Barreiras restringem acessos a Niterói a partir de 4a feira


Axel anunciou novas medidas de restrição de circulação ao lado do secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira / Reprodução

O prefeito de Niterói, Axel Grael, anunciou em transmissão pelas redes sociais na noite desta segunda-feira, 12, que a partir de quarta-feira, 14, a cidade vai implantar barreiras sanitárias nos seus acessos para reduzir a circulação de pessoas provenientes de municípios vizinhos. Ele informou que 30% dos leitos hospitalares em Niterói estão ocupados por moradores de outras cidades, sendo 20% deles apenas de São Gonçalo. Na mesma transmissão, ele anunciou a chegada em meados de maio do primeiro lote de 800 mil vacinas Sputnik V que a prefeitura está adquirindo na Rússia.


“Estamos preocupados com a Região Metropolitana porque muitas cidades não estão fazendo nada. Preocupa-nos muito a situação de São Gonçalo, onde as restrições à circulação de pessoas é pequena, não há fiscalização, todas as atividades estão abertas e os hospitais lotados. A nossa rede hospitalar em Niterói está sendo muito impactada pela situação de São Gonçalo”, denunciou o prefeito, ponderando que a cidade não pode negar socorro às pessoas que chegam enfermas de outros municípios.

A comunicação das restrições de circulação com os municípios vizinhos foi feita pelo prefeito ao lado do secretário de Ordem Pública, Coronel Paulo Henrique Moraes, e pelo secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, que descartou a possibilidade de ampliação do número de leitos nos hospitais de Niterói. Segundo ele, além das equipes médicas estarem exausta, a crise de abastecimento no país de medicamentos para entubação inviabiliza a ampliação das instalações hospitalares. “Nesse cenário é impossível ampliar o número de leitos”, afirmou o secretário.

Tanto o prefeito como o secretário afirmaram que o indicador síntese, que define a bandeira de sinalização da gravidade da pandemia, entrou em tendência de queda na cidade, caindo de 12.8 para 11 pontos. A cidade poderá voltar à bandeira amarela se o indicador ficar abaixo de 10 pontos. Axel voltou a apelar para a necessidade de distanciamento e criticou as recentes manifestações na cidade, que pedem a reabertura total do comércio.

“Estamos em um momento grave, com as equipes médicas exauridas, mas não deixamos a peteca cair. Como tenho dito, estamos vivendo o maior desafio da nossa geração. Já organizei, na minha militância ambiental, muitas manifestações, mas estamos enfrentando uma pandemia terrível e essas manifestações agora podem por a perder todo o nosso esforço para controlar a situação”, enfatizou o prefeito.

“Estamos otimistas em poder alcançar níveis mais seguros nos próximos dias e, com isso, poder voltar a uma situação de maior normalidade. Mas fui eleito prefeito para trabalhar pela nossa cidade e tenho feito isso incansavelmente. Quero pedir a colaboração de todos, principalmente ficando em casa para podermos salvar vidas”, afirmou Axel Grael.

Chegada das vacinas

Axel Grael anunciou que um lote inicial, de 25 mil da vacina Sputnik V, de um total de 800 mil doses do imunizante russo, deverá chegar a Niterói em meados de maio. A partir daí, mês a mês, passarão a chegar lotes maiores até totalizar as 800 mil doses em novembro deste ano.

Segundo Axel, a aquisição é suficiente para imunizar não só os moradores da cidade, mas também os de outros municípios que trabalham em Niterói, como é o caso de vários professores universitários. Axel também confirmou que a prefeitura irá dobrar o número de firmas atendidas pelo programa Empresa Cidadã, passando a proteger mais 12 mil empregos.


1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: