Boeing inspeciona 2 mil aviões por possível corrosão


A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA, na sigla em inglês) ordenou a inspeção de 2.000 aviões dos modelos Boeing 737 NG e Boeing 737 Classic após detectar problemas nos motores.

De acordo com a agência Reuters, o problema teria ocorrido nas aeronaves que não realizaram voos devido à pandemia de Covid-19.

A entidade governamental advertiu que os aviões que ficaram em terra por mais de sete dias poderiam apresentar corrosão nas válvulas de retenção de ar, o que poderia provocar falhas em ambos os motores.

Caso a corrosão seja confirmada, a válvula deve ser substituída antes do reinício das operações, indicou a FAA.

Por sua vez, a Boeing informou ter aconselhado os operadores a inspecionarem os aviões e advertiu que "com os aviões hangarados ou utilizados com pouca frequência devido à baixa demanda durante a pandemia de Covid-19, a válvula pode estar mais suscetível à corrosão".



Fonte: Agência Sputnik

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif