Bolsonaro a presidente da Guiné: 'É tudo veado aqui'


(Foto: PR)

O presidente Jair Bolsonaro fez piada homofóbica para o presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, quando em visita oficial ao Brasil há duas semanas. Após o visitante elogiar o Palácio do Itamaraty, Bolsonaro chocou ao disparar: "É tudo veado aqui", disse, referindo-se à sede do Ministério das Relações Exteriores.

De acordo com a coluna de Ancelmo Gois, no Globo, o presidente brasileiro foi rapidamente socorrido por uma outra autoridade tentando consertar, dizendo que “veado”, no português brasileiro, significa o mesmo que “paneleiro” no português de lá.

O encontro ocorreu duas semanas depois de reunião com Marcelo Rebelo, presidente de Portugal, na qual Bolsonaro também constrangeu o chefe de Estado europeu com piadas de teor sexual. Além das recorrentes gafes internacionais, Bolsonaro também não se acanha em demonstrar seu negacionismo ao não usar máscara de proteção facial, como fez durante visita de Rebelo.

Em março deste ano, Bolsonaro chegou a ser condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello por ter feito, em 2020, piada de teor sexual contra ela. “Ela queria, ela queria um furo. Ela queria dar o furo (risada geral dos apoiadores de Bolsonaro) a qualquer preço contra mim”, disse na ocasião.

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif