Bolsonaro diz para garoto tirar máscara antes de cumprimentá-lo


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) parece perder a noção da responsabilidade do cargo que exerce perante à população. Depois da fala (fakenews) de segunda-feira, sobre não poder "obrigar ninguém a tomar vacina", nesta sexta (4), Bolsonaro disse para um menino tirar a máscara de proteção antes de cumprimentá-lo em Eldorado, no interior de São Paulo, num encontro de apoiadores do presidente.

O menino estava no grupo e não usava máscara. Rindo, o presidente disse ao garoto: "Tá sem máscara? Não pode, não pode". No que o garoto colocou a máscara e o presidente da República reagiu: "Pode tirar a máscara, moleque. Fica à vontade aqui". Em seguida, apertou a mão do garoto, que estava acompanhado da mãe.

A legislação obriga o uso da proteção, inclusive por pré-adolescentes.

A vacinação contra o coronavírus também é obrigatória, de acordo com uma lei sancionada pelo próprio Bolsonaro, em fevereiro.

Na quinta (3), Bolsonaro foi a Tapiraí, também interior de São Paulo, cumprimentar um policial militar que, segundo o presidente, atendeu a um telefonema dele.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif