Bolsonaro sobre a tragédia que assola o país: "E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?"


O presidente Jair Bolsonaro em nenhum momento deu bom exemplo no isolamento social

No dia em que o Brasil bateu tristes recordes de mortes por coronavírus num só dia e superou o número de óbitos da China, o presidente Jair Bolsonaro fez piada em entrevista na saída do Palácio da Alvorada nesta terça-feira (28).

Ao ser questionado sobre o fato do Brasil ter superado a China no número de pessoas mortas pelo novo coronavírus, Bolsonaro respondeu que "não faz milagre". "E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre", disse o presidente. Bolsonaro depois se solidarizou com os familiares das vítimas, afirmando que grande parte é de idosos. "Lamento a situação que nós atravessamos com o vírus. Nos solidarizamos com as famílias que perderam seus entes queridos, que a grande parte eram pessoas idosas", afirmou. Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira, o Brasil contabilizou 5.017 mortes e 71.886 casos confirmados. "Mas é a vida. Amanhã vou eu. Logicamente, a gente quer ter uma morte digna e deixar uma boa história para trás", disse o presidente.

1/3
300x250px.gif