Bolsonaro xinga presidente do TSE: 'esse fdp do Barroso'


(Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar nesta sexta-feira (6) o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), em transmissão ao vivo pelas redes sociais durante um evento em Joinville, em Santa Catarina. "Esse filho da puta do Barroso", disse Bolsonaro enquanto interagia com apoiadores.

Mais cedo, o chefe do Executivo federal já havia sugerido que Barroso quer que crianças de 12 anos tenham relações sexuais.

“Não ofendi nenhum ministro do Supremo, apenas falei da ficha do senhor Barroso, defensor do terrorista (Cesare) Battisti, favorável ao aborto, à liberação das drogas, à redução da idade para estupro de vulnerável. Ele quer que nossas filhas e netas, com 12 anos, tenham relações sexuais. Por ele, sem problema nenhum”, afirmou. A afirmação de Bolsonaro é totalmente falsa, segundo uma nota divulgada pelo STF em 11 de julho.

Na quinta-feira (5), o presidente do STF, Luiz Fux, cancelou a reunião entre os chefes de Poderes. A ação foi feita após Bolsonaro atacar os ministros Barroso e Alexandre de Moraes. "Quando se ataca um integrante desta Corte, se ataca a todos", afirmou Fux.

Bolsonaro foi a Joinville para participar de uma palestra com empresários, além de marcar presença em uma cerimônia de entrega da Ordem da Machadinha.

A tensão entre Bolsonaro e o Judiciário vem se elevando nos últimos dias, com diversos ataques do presidente da República contra ministros do STF, principalmente contra Barroso, que se coloca na oposição à bandeira do voto impresso. Bolsonaro passou a defender o voto impresso após as recentes pesquisas apontarem uma disparada de rejeição ao seu nome e uma ampliação da preferência do eleitor ao ex-presidente Lula com vistas às eleições de 2022 .




Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg