Botafogo volta à Série A com volta olímpica no Engenhão


O artilheiro Rafael Navarro comemora o gol da virada e do acesso à Série A

Com direito à volta olímpica após o jogo, o Botafogo venceu o Operário-PR de virada por 2 a 1, na tarde desta segunda-feira (15) e está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, faltando duas rodadas para o encerramento da competição. Mais de 25 mil torcedores foram à loucura no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, após os gols de Pedro Castro e Rafael Navarro. Com 66 pontos na liderança, não pode mais ser alcançado.

Após o empate morno e tenso em 0 a 0 no primeiro tempo, o jogo ganhou muita emoção e adrenalina na segunda etapa. O Operário voltou com mais volume de jogo e aproveitou a desconcentração da equipe do técnico Enderson Moreira para dominar as ações. Logo aos três minutos, quase gol da equipe paranaense - o goleiro Diego Loureiro salvou num chute de Thomaz. Aos 15, Rodrigo Pimpão quase marcou de bicicleta, mas Diego fez grande defesa espalmando para córner. Três minutos depois, silêncio no estádio: após cobrança do escanteio a bola sobrou para Fabiano abrir o placar.

O Botafogo voltou a despertar aos 23 minutos, quando Warley cruzou e Diego Gonçalves, livre de marcação, chutou em cima do goleiro Thiago Braga. Cinco minutos depois, Pedro Castro aproveitou cruzamento de Chay e cabeceou, empatando a partida.

Aos 38 minutos, Matheus Frizzo cruzou da esquerda e o artilheiro Navarro se antecipou à zaga e escorou para fazer o gol da virada e do acesso. Começava a festa da torcida, que se estendeu além do apito final do árbitro paraense Dewson Fernando Freitas, que teve atuação segura, e a volta olímpica dos jogadores e do técnico Enderson Moreira.

"Essa torcida merece muito. Foi um ano muito difícil. Hoje foi o torcedor que ganhou essa partida para gente", disse o treinador, que agora vai em busca do terceiro título da Série B na carreira.

O Botafogo volta a campo no próximo domingo, quando visita o já rebaixado Brasil-RS, em Pelotas. Na última rodada, o adversário será o Guarani, que está em terceiro lugar e luta ainda para subir.


300x250px.gif
728x90px.gif