728x90_2.gif

Brasil dobrou número de infectados em menos de 1 mês


Não foi preciso completar nem 1 mês, como previam os cientistas, para o Brasil passar de um milhão para dois milhões de pessoas infectadas pela Covid-19. Em apenas 27 dias, num intervalo quatro vezes menor do que precisou para atingir a marca de um milhão, o país dobrou o número de casos do novo coronavírus entre 19 de junho e 16 de julho.

Na quinta-feira (16), o Ministério da Saúde divulgou que, com os 45.403 novos casos registrados em 24 horas, o novo coronavírus atingiu 2.012.151 de pessoas no Brasil, causando a morte de 76.688 brasileiros, desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, o país registrou 45.403 novos casos da doença e confirmou mais 1.322 óbitos.  

Como comparação, os EUA, que lideram a estatística mundial de casos por Covid-19, demoraram 43 dias para passar de um milhão para dois milhões.

De acordo com a microbiologista Natália Pasternak, colunista do Globo, o crescimento exponencial dos casos de coronavírus é devido à falta de medidas de contenção, como isolamento social.

Não há pesquisas, ainda, sobre estimativa de quanto tempo o Brasil levará para atingir a marca de quatro milhões de casos confirmados da doença. Índice igual ao que os EUA poderá alcançar já nos próximos dias. Nesta sexta-feira, o painel do coronavírus da Universidade Johns Hopkins registrava 3,5 milhões de norte-americanos infectados pela doença desde o início da pandemia.

1/3
BANNER_ESTATICO_300X250_v2-01.jpg