Brasil tem 2 casos suspeitos de varíola dos macacos


Representação artística do vírus da varíola (Roger Harris/Science Photo Library/Getty Images)

O Brasil tem dois casos suspeitos de varíola dos macacos, um no Ceará e outro em Santa Catarina, informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira (30).

Os pacientes "seguem isolados e em recuperação, sendo monitorados pelas equipes de vigilância em saúde", disse a pasta.

O ministério relatou ainda que "a investigação dos casos está em andamento e será feita coleta para análise laboratorial".

De acordo com o órgão, um terceiro caso pode vir a ser classificado como suspeito e está sendo monitorado no Rio Grande do Sul.

"A reavaliação está sendo feita de acordo com os critérios de definição. Até o momento, não há confirmação do rumor como caso suspeito", disse o ministério sobre o possível terceiro caso.

No domingo (29), a França confirmou 16 casos de varíola dos macacos no país, de acordo com dados da agência de saúde francesa Santé Publique, publicados pela rede de televisão BFMTV. Pelo menos 12 dos casos foram relatados na região metropolitana de Île-de-France (onde está Paris), fora dois na Ocitânia, um em Auvergne-Rhône-Alpes e um na Normandia.

Uma comissão parlamentar criada para investigar atividades de laboratórios biológicos dos EUA na Ucrânia pretende discutir informações do Ministério da Defesa sobre instalações americanas na Nigéria, onde surgiu a varíola dos macacos.

A revelação foi feita à Sputnik por Konstantin Kosachev, copresidente da comissão e vice-presidente do Conselho da Federação, no último sábado (28).

"A comissão pretende discutir informações do Ministério da Defesa sobre o possível envolvimento de laboratórios biológicos dos EUA no surgimento da varíola dos macacos", disse Kosachev.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg