Brasil tem novo recorde e Bolsonaro pede para rever lockdown

Atualizado: 1 de abr. de 2021


(Fotos Públicas)

O Brasil registrou 3.869 novas mortes pela Covid-19 e 90.638 novos casos da doença nesta quarta-feira (31). Com isso, o país chegou a 321.515 óbitos e a 12.748.747 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. O número representa um recorde de óbitos registrados em um intervalo de um dia, segundo informações publicadas pelo painel do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Para o presidente Jair Bolsonaro, porém, parece pouco. Ele voltou a criticar o isolamento social e questionar prefeitos e governadores que adotaram lockdown como forma de frear a pandemia e evitar que haja mais vítimas, já que as redes hospitalares estão em colapso em grande parte dos municípios brasileiros e pelo menos em 17 estados da federação.

Bolsonaro também anunciou o pagamento de nova rodada do auxílio emergencial, com uma base de R$ 150, e foi logo dizendo que o benefício não poderia ser pago por muito tempo e que os "efeitos colaterais do combate à pandemia não podem ser mais danosos que o próprio vírus".

Enquanto isso, também nesta quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos anunciou um pacote de US$ 3 trilhões (cerca de R$ 16,5 trilhões) para ajudar os mais pobres e a classe média de seu país, com aumentos de impostos para os mais ricos. O novo auxílio emergencial nos EUA é de um cheque único de US$ 1.400 (cerca de R$ 7,7 mil) para famílias de renda média e baixa. O estímulo é independente do auxílio-desemprego semanal de 300 dólares (cerca de R$ 1.650), criado durante a pandemia e financiado pelo governo até 6 de setembro.

Nesta quarta-feira (31), as atenções no Brasil também se voltaram para a reunião da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que decidiu pela aprovação do pedido de uso emergencial da vacina da Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson, contra a Covid-19.

Os diretores da agência também decidiram, de forma unânime, negar o pedido para importar e distribuir a vacina indiana Covaxin contra o novo coronavírus.

Veja a seguir as informações do painel Conass Covid-19 desta quarta.


300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif