Brasil tem recorde de mortes diárias. Já passam de 30 mil

O Ministério da Saúde registrou nesta terça-feira (2) o maior número de mortes por Covid-19 em 24 horas desde o início da pandemia. Ao todo, morreram 1.262 pessoas no país, elevando para 31.199 óbitos causados pela doença.

O balanço oficial informou que foram confirmados 28.936 casos em 24 horas, totalizando agora 555.383 casos. 300.546 pacientes estão em acompanhamento (54,1%), 223.638 estão recuperados (40,3%).

Desde 22 de maio, o Brasil é o segundo país com mais casos confirmados de Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos. E é o quarto em número de mortos, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Itália.

Com esta contagem, o Brasil se junta a outros três países que ultrapassaram a terrível marca dos 30 mil mortos. Está ao lado da Itália – que já foi o epicentro da doença na Europa–, do Reino Unido com uma das taxas de morte mais aceleradas do mundo e dos Estados Unidos que contam mais de 100 mil mortes.

Apesar do aumento constante das mortes e dos casos, desde o dia 18 de março o Brasil não tem um ministro da Saúde. O presidente Jair Bolsonaro segue contrariando as medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e participa semanalmente de manifestações antidemocráticas.


Ganhe_Ate_300x250px.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
Aumentou_728x90px.gif