Brizola Neto busca trabalho para pessoas com deficiência


Brizola Neto (c), acompanhado de Jurez Mothé (e) e Carlos Consídera (d) na Pestalozzi

O Presidente da Pestalozzi de Niterói, Carlos Consídera, recebeu na manhã desta quarta-feira (26/05) a visita do coordenador de Trabalho e Renda de Niterói, Brizola Neto. Os dois discutiram a possibilidade de se criar projetos voltados à empregabilidade da pessoa com deficiência e a realização de cursos profissionalizantes que atendam essa parcela da população, além de moradores da comunidade que vivem próximas à sede da Pestalozzi em Pendotiba.

Consídera lembrou ao coordenador que a instituição já teve um bem sucedido programa de preparação de jovens com deficiência intelectual para o trabalho, mas que a falta de recursos obrigou a instituição a suspender o programa. “Esse programa formava jovens com deficiência intelectual para trabalhar no mercado de trabalho. Muitos foram empregados em filiais do Hortifruti e da Viação Pendotiba, por exemplo, além de pequenos comércios da comunidade. Temos o conhecimento técnico e profissionais gabaritados para retornar esse programa, mas precisamos de uma fonte de financiamento”, afirmou o presidente ao secretário.

Brizola Neto se comprometeu em buscar junto a organismos de financiamento público, parcerias que possam viabilizar a retomada do programa, além de estudar uma forma de financiamento para que a Pestalozzi, junto com a Prefeitura de Niterói ofereça cursos profissionalizantes em sua área de atuação para a comunidade. Participaram da visita Henrique Porto, da coordenadoria de Trabalho e Renda da prefeitura, o superintendente da Pestalozzi, Juarez Mothé, e o assessor administrativo da instituição, Marcello Pacheco.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg