Butantan entrega mais CovonaVac a partir de terça


(Foto: Divulgação/Governo SP)

Com a vacinação quase parando no país, o Instituto Butantan anunciou que deverá entregar 3,4 milhões de doses da CoronaVac para o governo federal distribuir aos estados a partir da próxima terça-feira (23). De acordo com o órgão, a entrega será importante para que cidades onde a imunização foi interrompida ou restringida, como Rio de Janeiro, Salvador e Cuiabá, possam voltar com a campanha de vacinação o mais rápido possível.

"O Butantan vai entregar a partir da próxima terça-feira (23) um total de 3,4 milhões de doses da vacina para o Ministério da Saúde. Uma média de 426 mil doses por dia (por oito dias). A nossa orientação é agilizar todos os processos para permitir que as vacinas cheguem o mais rapidamente para todos os brasileiros", disse o governador de São Paulo, João Doria, nesta quarta-feira (17).

Na segunda-feira (15), o Ministério da Saúde assinou contrato com o Butantan para aquisição de 54 milhões de doses da CoronaVac. A nova remessa deverá ser disponibilizada no final de agosto.

Segundo o diretor do Butantan, Dimas Covas, não há mais problemas de falta de insumos para fabricação do imunizante contra a Covid-19. O instituto é responsável pela produção da CoronaVac no Brasil - vacina desenvolvida na China pelo laboratório Sinovac.

"Nós devemos escalar essa produção e a partir de abril possivelmente vamos dobrar essa produção", disse Covas.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg