Butantan indica agulha fina para economizar vacina


(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O Instituto Butantan está aconselhando todas as prefeituras do Brasil a utilizarem uma agulha mais fina para a vacinação contra a Covid-19. A sugestão recomendada pelo centro de pesquisa é substituir as agulhas de três milímetros pelas de um milímetro quando possível.

A ideia é não desperdiçar vacina. Isso porque as agulhas mais finas podem evitar a perda do líquido na hora da aplicação da Coronavac.

Assim, um frasco com dez doses, por exemplo, como os que estão sendo disponibilizados, poderiam render até 12 doses.

A Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, está sendo fabricada no Brasil pelo Butantan.

Até esta quinta-feira (28), o país vacinou pouco mais de 1,5 milhão de pessoas, de acordo com dados divulgados pelo consórcio de imprensa colhidos junto às secretarias estaduais de Saúde.

1/3
300x250px.gif