top of page

Câmara do Rio cassa mandato do vereador Gabriel Monteiro


O ex-PM e youtuber Gabriel Monteiro (em pé) teve o mandato cassado (Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal Rio)

Por 48 votos a favor e apenas dois votos contra (o do próprio processado e o de Chagas Bola, do União Brasil), a Câmara de Vereadores do Rio aprovou na noite desta quinta-feira (18) a cassação do mandato do vereador bolsonarista Gabriel Monteiro, do PL, por quebra de decoro parlamentar.


O ex-PM e youtuber é réu por crimes de estupro contra uma adolescente de 15 anos e assédio sexual e moral contra vários assessores e por forjar vídeos na internet para promoção pessoal.


Filho 02 do presidente da república, Carlos Bolsonaro (Republicanos), licenciado para acompanhar a campanha do pai, foi o único vereador que não votou.


Primeiro a se manifestar no plenário, o vereador Chico Alencar (Psol), relator do processo que investigou Gabriel Monteiro no Conselho de Ética da Câmara, leu parte do relatório aprovado pelo conselho e ratificou sua posição pela cassação.


"Esse é um momento histórico e gritos histéricos não vão interrompê-lo", disse Chico sobre os gritos de manifestantes pró-Monteiro que estavam na galeria da Câmara. E prosseguiu: "A não aprovação do projeto que determina a perda do mandado do vereador Gabriel Monteiro seria uma contribuição para a perpetuação da cultura do estupro e do patriarcado presente em nosso estado. Urge fazer justiça."


Entre os vereadores que fizeram uso da palavra antes da votação, a maioria criticou o fato de Monteiro utilizar o mandato para produzir vídeos para o seu canal no Youtube e ganhar milhões de dinheiro com essa atividade.


O vereador Celso Costa (Republicanos) lembrou ainda sobre o vídeo manipulado por Monteiro que mostra um homem em situação de rua sendo orientado a simular o furto de uma bolsa na Lapa, no Centro do Rio.


"Eu não vou citar aqui as acusações de pedofilia, abuso sexual e assédio moral, mas vossa excelência se aproveitar das condições de um morador de rua, passando necessidades, passando fome, para manipular imagens. E tudo para que vossa excelência colocasse dinheiro no bolso, para bancar suas condições de vida no Condomínio Mansões na Barra da Tijuca. Isso é uma vergonha. Isso não se faz", comentou Celso Costa.

Kommentarer


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page