Calendário único da vacina já inclui segurança, educação e saúde


(Marcos de Paula/Prefeitura do Rio)

O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, anunciou a criação de um Calendário Único de Vacinação contra a Covid-19. De acordo com o decreto publicado nesta terça-feira (30), três categorias profissionais foram incluías entre as prioritárias para vacinação: os da área de saúde que ainda não foram imunizados, agentes de segurança pública e e os trabalhadores da educação. Os novos grupos se somarão aos idosos já a partir do dia 12 de abril.

Os municípios têm sua própria autonomia e não serão obrigados a seguir o decreto, mas, segundo Castro, o calendário servirá de balizamento para que todos possam se orientar e caminhar juntos.

"Foi um pleito dos prefeitos, principalmente na última reunião que tivemos em Niterói. Eles pediram para que o estado tivesse um calendário unificado. Notaram essa importância, até porque, como cada município tem sua complexidade, seus equipamentos, uns são mais estruturados e outros menos, então percebemos uma grande migração de uns para os outros em busca de vacinas", explicou o governador em exercício.

Rio divulga calendários

A Prefeitura do Rio divulgou também nesta terça-feira o calendário de vacinação para os profissionais de saúde entre 50 e 59 anos, que seguirá em paralelo ao cronograma dos idosos. Nas etapas anteriores já foram vacinados os profissionais de saúde da linha de frente, os diretamente envolvidos na campanha de vacinação e aqueles com 60 anos ou mais.

Os calendários de vacinação contemplando os próximos grupos prioritários serão divulgados futuramente, conforme novos aportes de vacinas forem chegando ao município.

Veja a seguir o calendário completo da cidade do Rio de Janeiro até chegar as pessoas com 60 anos ou mais.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg