Câmara de Niterói fará audiência pública sobre retomada de eventos

A Câmara Municipal de Niterói realizará na próxima segunda-feira (20/9), às 17 horas, uma audiência pública para discutir a retomada do setor de eventos, visando medidas de fomento aos empreendedores, autônomos e trabalhadores que atuam no setor de entretenimento do município.

Vereador Binho Guimaães, autor do projeto do 'Cartão Verde' / Foto: Sergio Bonelli, Divulgação

Na ocasião, entrará em discussão o Projeto de Lei 318/2021, de autoria do vereador Binho Guimarães (PDT), que cria o cartão de imunização permanente, o chamado “Cartão Verde”.


O projeto busca incentivar a vacinação da população ao exigir a apresentação de documentação para a entrada em grandes eventos culturais, esportivos, de entretenimento, dentre outros.


“Dramaticamente impactado pela pandemia da covid-19, o setor de eventos e de entretenimento, assim como seus trabalhadores e empreendedores, necessitam apoio do Poder Público, considerando que todos os eventos programados antes do período de isolamento social foram cancelados. A audiência servirá para pluralizar o debate acerca da exigência do documento e contará com a participação da sociedade civil, em especial, os setores envolvidos na medida", diz Binho Guimarães.


Presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Turismo e Indústria Naval, o vereador Daniel Marques (DEM) acredita que a audiência será muito importante para esclarecer alguns pontos:


"A Comissão vai buscar ouvir todos os envolvidos na cadeia de produção de eventos para entender o que eles pensam a respeito das obrigatoriedades. Também é preciso ouvir da Prefeitura como será feita a fiscalização e quanto tempo vai durar. O momento é de facilitar a vida de quem realiza esses eventos, por isso o diálogo é fundamental", explicou ele.


O produtor de eventos Rudy Benicio Brandão pede ajuda e a compreensão dos parlamentares para que os trabalhadores do setor possam voltar a exercer suas atividades.


“Usando todos os protocolos de saúde e com a vacinação temos a oportunidade de devolver ao trabalhador do setor de eventos a dignidade e o seu sustento fazendo eventos ao ar livre e exigindo o comprovante de vacinação. Não temos o interesse em proliferar a Covid-19, mas não podemos ficar sem trabalhar. Estamos falando de mais de 600 dias sem levar o sustento pra casa" relata Rudy.


A audiência pública será realizada por meio virtual e poderá ser acompanhada ao vivo pela plataforma Zoom (clique aqui)..




300x250px.gif
728x90px.gif