Câmara homenageia comunistas do setor de transportes

Na noite da última quarta-feira (23/3), a Câmara Municipal de Niterói deu início às comemorações dos 100 anos do Partido Comunista (PCB), fundado em 1922, em Niterói, cidade que era o berço do operariado. Em Sessão Solene foram lembrados os trabalhadores comunistas que atuaram no setor dos transportes no século passado, ajudando a escrever a história do partido e do país, e também os de hoje, que continuam na luta, empunhando a mesma bandeira.

Divulgação

Cerca de 70 pessoas compareceram ao encontro, entre trabalhadores rodoviários, caminhoneiros, portuários e marítimos. Também participaram da solenidade o ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói, Amaury; Nelcides Diniz, ex secretário geral do Sindicato Nacional dos Aeroviários; Cícero Mathiassos, do Sindicato da Estiva e da ANTP; o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Niterói; Daniel Ferreira, representante da classe rodoviária em Niterói e região; Dinarco Reis, militante histórico do PCB e petroleiro; Pery Monroy, dirigente da OAB em Niterói; Aderson Businger, Diretor do Centro de Memória da OAB RJ; e Fernando Tinoco, Secretário de Políticas Públicas e Relações Institucionais do PSOL Niterói, entre outros.


Além do vereador Paulo Eduardo Gomes (PSOL) — responsável pela realização da Sessão Solene na Câmara — compuseram a mesa Marcelo Schmidt, da CONTTMAF (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Aéreos ; e Hiran Roedel , historiador membro do comitê central do PCB.


"A célula de trabalhadores em transportes e o partido agradeceram ao mandato Paulo Eduardo Gomes por ajudar a organizar esta festa na Câmara Municipal de Niterói. Viva o partidão ! Viva a classe trabalhadora! Viva o PCB!", comemorou Marcelo Schmidt.


"Não há como transformar em palavras a honra de presidir este evento em comemoração ao centenário do partidão, o PCB. É uma alegria poder contribuir, um pouco, nas homenagens ao partido indispensável para a esquerda. É inegável que o PCB é o partido mais tradicional da esquerda socialista brasileira. É muito simbólico que o centenário seja justamente em um ano de eleição, quando precisamos de muita força para vencer o autoritarismo. Momento de celebrar e resistir para que venham mais comemorações ao longo de muitos anos!", disse o vereador Paulo Eduardo Gomes (PSOL), ex-sindicalista da Embratel e militante histórico da esquerda socialista na cidade.

Divulgação

A sessão solene homenageou os trabalhadores da esquerda socialista nos transportes lembrando lideranças comunistas históricas nos últimos 100 anos de luta: no Setor Marítimo, Emílio Bonfante de Maria; no Setor Portuário, Oswaldo Pacheco; no Ferroviário, Raphael Martinelli e Demístocles Batistinha; no dos aeronautas, Paulo de Melo Bastos e Ivan Hermine; no Setor Aeroviário, Odilon Mirandinha e Ismael Amud; dos caminhoneiros, José Carolino Tostes ; no dos Operários Navais, Irineu de Souza e Benedito Joaquim Dos Santos ; e também o ex-presidente do Sindicato dos Rodoviários de Niterói e Região, Joaquim Pedro Mayrink Filho.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg