top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Caminhada Fotográfica percorrerá bairros à beira-mar

Fotografar é criar imagens a partir de uma história pessoal em comunhão com o mundo que se vê. Para estimular esse olhar e buscar novas conexões entre as cidades de Niterói e Rio de Janeiro, suas paisagens e suas histórias, a exposição Conexões, em parceria com a Sociedade Fluminense de Fotografia, realiza no dia 13 de agosto, a partir das 9h, uma Caminhada Fotográfica.

Foto: Paulinho Muniz / Divulgação

O ponto de encontro será no Teatro Popular, início do Caminho Niemeyer, que reúne um conjunto de equipamentos e um centro cultural de grande valor arquitetônico projetados pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer, nos bairros litorâneos na cidade de Niterói. O percurso seguirá pela orla, passando pelo Reserva Cultural (museu do cinema), a Praça de São Domingos, o Forte de Gragoatá, seguindo a Praia Vermelha até a Boa Viagem e finalizando no Museu de Arte Contemporânea.


O evento é gratuito e aberto a interessados, com ou sem conhecimento prévio em fotografia, que farão registros com aparelho celular ou máquina fotográfica própria. Após a caminhada, cada participante poderá enviar até 5 fotografias para participar de uma projeção coletiva que será realizada no dia 27 de agosto no espaço da Exposição Conexões – no Horto do Fonseca em Niterói (RJ). A Sociedade Fluminense de Fotografia realizará curadoria das imagens para montagem da projeção.

Foto: Alice Bravo / Divulgação

Esta ação integra o Projeto Conexões - realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, patrocínio da Ecoponte e produção da Pas de Deux Projetos. A exposição Conexões, em exibição até dia 16 de outubro no Horto do Fonseca, em Niterói, apresenta em fotografias e imagens o caminho histórico da ligação entre as cidades de Niterói e Rio de Janeiro.


Serviço


Caminhada fotográfica: dia 13 de agosto às 9h.

Ponto de encontro - Teatro Popular Oscar Niemeyer, começo do Caminho Niemeyer.

Data limite para inscrição: 11 de agosto.

Data limite para envio das fotografias: 19 de agosto

As fotografias deverão ser enviadas para a Sociedade Fluminense de Fotografia pelo e-mail: caminhadafotografica.sff@gmail.com. O tamanho do arquivo deverá ter 800 pixels do lado menor, com 240dpi.


Direitos autorais


As questões de direitos autorais serão reguladas pela lei 9.610 de 19/02/1998, respeitando-se sempre o princípio de divulgação do nome do autor junto às imagens vinculadas em campanha, eventos, publicidade, institucional, etc., permitidas por essa cessão. O direito da cessão de uso das imagens fotográficas selecionadas será pelo prazo determinado de 6 meses. As fotografias selecionadas poderão ser utilizadas para divulgação do Projeto Conexões, em projeções e redes sociais.

Foto: Simone Soares / Divugação

Exposição Conexões


Com visitação gratuita, a Exposição Conexões está sendo exibida no Horto do Fonseca, em Niterói, até dia 16 de outubro. Com forte viés educativo, a mostra investiga as ligações entre as cidades do Rio de Janeiro e Niterói e reúne imagens e fotografias de acervos iconográficos e de fotógrafos contemporâneos.


Entre o material, destaque para paisagens das duas cidades e da Baía de Guanabara. A curadoria é da historiadora carioca Carmen Lucia de Azevedo e a pesquisa foi feita na Fundação Biblioteca Nacional, Museu Aeroespacial, Instituto Moreira Salles, Historical Service of Navy, NASA e Sociedade Fluminense de Fotografia, entre outros.


A exposição recebe agendamento de grupos para visita pelo e-mail educativo@projetoconexoes.com.br e oferece monitores para recepcionar o público também com atendimento em LIBRAS. Visitação de terça à domingo, das 10h às 19h.


Sociedade Fluminense de Fotografia


A Sociedade Fluminense de Fotografia foi fundada na cidade de Niterói em 1944 para difundir a arte fotográfica de nosso país. Participou ao longo desses 77 anos de diversas atividades fotográficas, incluindo exposições nas galerias existentes em seu espaço cultural, em outros centros culturais, como também participação em palestras, projeções, encontros, além de manter intercâmbio fotográfico com 91 países.


Jayme Moreira de Luna, fundador da SFF construiu a primeira sede projetada para uma instituição de fotografia no Brasil, destacando-se como a primeira galeria dedicada a fotografia.

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page