Campanha de Leonardo Giordano sofre ataque virtual


Print da ameaça de morte ao Reverendo Daniel Valente

Na noite desta quarta-feira (28), um grupo de campanha virtual do vereador Leonardo Giordano (PCdoB), candidato à reeleição, sofreu um ataque virtual coordenado. Usando palavras de baixo calão, 48 pessoas com números de quatorze estados do país e até um número internacional, invadiram o grupo “Evangélicos com Leo Giordano” e postaram imagens pornográficas. Além disso, o coordenador do grupo, Reverendo Daniel Valente, sofreu ameaças de morte. Para Giordano, foi um ato covarde de intolerância religiosa e uma tentativa de prejudicar uma campanha livre, que está discutindo ideias mantendo o nível elevado do debate público.

- O objetivo era escandalizar as pessoas e fazer com que saíssem do grupo. Pretendem assustar, intimidar e agredir suas sensibilidades e crenças. Isso é crime, uma agressão e uma forma de aviltar sua fé e suas crenças pessoais legítimas. É, além de um ataque à nossa campanha coletiva, um ataque às crenças e valores das pessoas que nos apoiam - disse.

Segundo Leonardo, os criminosos foram removidos e serão denunciados à delegacia de crimes virtuais.

- Vamos proceder denúncia porque não aceitamos absurdas tentativas de intimidação. Qualquer pessoa é livre para discordar de nossas ideias, mas ataques de internet, fake news e invasões de hackers com o propósito de escandalizar as pessoas que participam da democracia não podem ser aceitos como naturais.

Ameaçado de morte por um dos invasores, o Reverendo Daniel Valente, líder do Ministério Leão de Judá e fundador do Instituto de Beneficência Somos Valentes (IBESVA) lamentou o ataque:

- Ter sua família ameaçada de morte, correr o risco de ter seu número publicado em sites de conteúdo adulto e ter toda sua comunidade abalada por ataques vis durante a madrugada mostram claramente o quanto estamos regredindo como sociedade. Lamentável e perigoso.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif