Cantores cancelam participação em álbum de Sérgio Reis


Gurabyra e seu eterno parceiro musical, Luiz Carlos Sá (Foto: Divulgação)

Depois do cantor e compositor Gutemberg Guarabyra, mais dois cantores decidiram que não vão participar do novo álbum de Sérgio Reis. Ícones da música popular brasileira, Maria Rita e Guilherme Arantes desistiram da parceria após o cantor sertanejo fazer ameaças à democracia e defender um golpe militar em um áudio em que convoca atos antidemocráticos em defesa do presidente Jair Bolsonaro.

Guilherme Arantes disse que a gota d'água para a sua decisão foi, além do ataque à democracia, o ataque misógino de Sérgio Reis, que faria uma parceria inédita cantando “Planeta água”.

“Não quero mais participar e ponto final. Para mim, compositor, a gota d'água, sem querer brincar de trocadilho, foi esse colega dizer que não é frouxo, que não é mulher. Para mim, essa expressão bastou”. "Planeta água" é uma ode ao espírito feminino da natureza, chave da alma brasileira”, justificou o artista, citado pelo Globo.

A assessoria da cantora Maria Rita, que já tinha gravado dueto na música “Romaria”, imortalizada na voz de sua mãe, Elis Regina, decidiu sair do projeto.

Primeiro a anunciar que estava fora do disco, Guarabyra, famoso pela dupla com Luiz Carlos Sá, disse que prefere "não compartilhar" sua vida e seu trabalho "com quem oprega esse tipo de instransigência e radicalismo". Guarabyra ainda ironizou o cantor sertanejo: "Agenda: Depois de salvar o país em setembro, em outubro Sérgio Reis será enviado ao Haiti. Resolvidas as coisas por lá, deverá seguir em novembro para o Afeganistão, caso a OTAN não tenha se mexido pra estabilizar o país até lá."



300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif