top of page

Cartões da Moeda Arariboia são entregues às novas famílias

Em cerimônia realizada na Sala Nelson Pereira dos Santos, nesta quinta-feira (22/6), o prefeito de Niterói, Axel Grael, fez uma entrega simbólica dos cartões para 240 novas famílias beneficiárias da Moeda Social Arariboia. Na ocasião, o prefeito ainda anunciou que a Câmara de Vereadores aprovou a ampliação do valor que pode chegar até 823 arariboias para famílias de 6 integrantes ou mais. Após um ano e meio, o programa de transferência de renda permanente da Prefeitura de Niterói já injetou R$ 166,4 milhões na economia local.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

De acordo com o prefeito, o valor atualizado será depositado no cartão dos beneficiários no próximo dia 11 de julho.


“A gente está fazendo esse trabalho para melhorar a vida de cada família de Niterói, pensando no dia a dia das pessoas, para que elas tenham capacidade de comprar seu alimento, comprar o seu remédio, usar aqueles serviços que são importantes para família. Esse não é um governo que olha só para Zona Sul, não é um governo que olha só para alguns bairros que já são bem servidos. A distribuição para essas seis mil famílias que estão sendo beneficiadas por essa ampliação começa na próxima segunda-feira. Ela vai até quinta-feira no Clube Canto do Rio. O valor corrigido da moeda vai chegar ao cartão de cada um no dia 11 de julho com essa correção”, declarou Axel Grael.


A ampliação do programa vai atingir mais de seis mil famílias, passando a contemplar quase 37 mil famílias. No total, são cerca de 92 mil pessoas beneficiadas. Por mês, a Prefeitura vai investir R$ 16,5 milhões que podem ser gastos em comércios e serviços.


Rodrigo Neves, ex-prefeito e atual secretário executivo do município, chamou atenção para o reajuste de quase 20% no programa.


“Hoje é um dia muito feliz. Nós estamos falando do reajuste de quase 20% a partir do mês que vem e isso é importante porque nos últimos dois anos tudo aumentou. Além do reajuste, nós estamos trazendo para dentro do programa, mas quase 30 mil pessoas. Nós estamos falando de R$ 200 milhões por ano que a Prefeitura está destinando direto para aqueles que mais precisam. Isso tudo é resultado de muito trabalho. Fazemos isso Porque esse governo é um governo humano. É um governo que tem compromisso com a redução da desigualdade. Tudo que estamos fazendo é compromisso”, disse Rodrigo Neves.


Essa é a terceira ampliação da Moeda Social Arariboia está na terceira ampliação que saiu de um investimento mensal de R$ 6 milhões e 27 mil famílias beneficiadas, em janeiro de 2022. Um levantamento mostra que os bairros onde a moeda foi mais utilizada foram: Centro (R$ 56 milhões), Fonseca (R$ 23 milhões) e Largo da Batalha (R$ 16 milhões). Outro dado importante é a forma que o benefício é gasto. Em primeiro lugar, alimentação, seguido de serviços e uso farmacêutico. Ao todo, já foram realizadas mais de 2,1 milhões de transações em arariboia.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

Segundo o secretário de Assistência Social e Economia Solidária, Elton Teixeira, o programa é a maior e a mais forte política de transferência de renda que o Estado já teve.


“Até hoje são mais de 2,1 milhões de transações em arariboias e isso demonstra que a moeda pegou na cidade e que foi incorporada no cotidiano da sociedade do município. Esse número é um marco fundamental desse programa que é uma referência para o estado do Rio de Janeiro e para o Brasil. Em um ano e meio foram mais de R$ 166 milhões movimentados na economia local, o que ajudou a gerar mais empregos, gerar renda e fazer com que a gente ampliasse esse nosso colchão de proteção social”, afirmou o secretário.


Para Claudia Barros, que foi a primeira a receber o cartão arariboia na cerimônia, o programa vai ajudar muito.


“Vai ser muito importante para mim e para minha família, principalmente nesse momento de crise. Eu sou diarista e meu esposo está desempregado. Essa será uma ajuda enorme para nós, que temos dois filhos adolescentes”, explica Claudia.


Para a costureira Simone Santos, o benefício veio no momento certo.


“Vai ser uma ajuda muito grande, vamos poder melhorar a alimentação da nossa família, a vestimenta, tudo. As coisas estão muito difíceis no meu ramo e o dinheiro não está circulando ainda como antes da pandemia. Esse cartão veio em ótima hora!”, comemora Simone.


Ampliação do valor


No dia 7 de junho, o prefeito entregou ao presidente da Câmara de Vereadores, Milton Cal, um projeto de lei para aumentar o valor do benefício em quase 20%. Com isso, as famílias passam, a partir de julho, a receber a partir de 293 arariboias, com o acréscimo de 106 arariboias para cada membro adicional da família (até 6 pessoas). O valor máximo, por família, pode chegar a 823 arariboias.


Atualmente, são mais de cinco mil estabelecimentos comerciais cadastrados e aptos a aceitar a Moeda Arariboia pela venda de produtos e serviços. As moedas sociais cumprem um papel fundamental no desenvolvimento das comunidades já que permitem a criação de um mercado complementar e oferecem a possibilidade de se produzir e consumir dentro de um bairro ou município.


Calendário para retirada dos cartões


A partir da próxima segunda-feira (26/6), os cartões estarão disponíveis para retirada de acordo com a letra inicial do nome do beneficiário, das 9h às 17h, no Clube Canto do Rio, localizado à Avenida Visconde do Rio Branco, 701 - Centro de Niterói.


Os cartões serão entregues exclusivamente ao responsável familiar com o CPF e documento com foto, no dia de entrega da primeira letra no nome, conforme quadro abaixo:


Dia 26/6 - A, B e C

Dia 27/6 - D, E, F, G, H e I

Dia 28/6 - J, K e L

Dia 29/6 - M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, W, Y e Z


A lista com os nomes dos beneficiados está disponível para ser consultada no site.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page