top of page

Castro reúne poderes e monta grupo de trabalho

Com o objetivo de discutir medidas para conter possíveis manifestações antidemocráticas no Estado do Rio de Janeiro, o governador Cláudio Castro se reuniu com a cúpula de poderes do estado, nesta segunda-feira (9/1), no Rio. Durante o encontro no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, Zona Sul carioca, ficou decidido que um grupo de trabalho com representantes do Executivo, Legislativo e Judiciário vai monitorar, em tempo real, vias e prédios públicos e privados.

Foto: Luis Alvarenga / Governo do Estado do Rio

"Apresentamos todo o trabalho de Inteligência que o Governo do Estado realizou nas últimas semanas para evitar qualquer confusão. E esse mapeamento deu certo, pois não registramos nenhuma manifestação violenta nesse sentido. O Rio defende a democracia e o Estado Democrático de Direito. Todos os poderes estão unidos para manter a ordem e a segurança da população no território fluminense. O Rio é um só", afirmou o governador Cláudio Castro.


Participaram do encontro: o vice-governador Thiago Pampolha, os secretários de Estado Nicola Miccione (Casa Civil), Rodrigo Abel (Chefia de Gabinete), Rodrigo Bacelar (Governo), Luiz Henrique Marinho Pires (Polícia Militar), Fernando Albuquerque (Polícia Civil) e Edu Guimarães (Gabinete de Segurança Institucional); o subcomandante-geral e chefe do Estado Maior Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Camilo Farias; o deputado estadual e presidente da Câmara Legislativa da Alerj, André Ceciliano; o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Henrique Figueira; o procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos; a defensora pública-geral do Estado, Patrícia Cardoso; o presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, desembargador Guilherme Calmon, entre outras autoridades.


Castro participará hoje de reunião convocada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com 27 governadores.


O procurador-geral de Justiça do Estado do Rio, Luciano Mattos, se colocou à disposição para garantir a defesa das instituições democráticas.


"O MPRJ está mobilizado para acompanhar toda a movimentação dos manifestantes e dará todo o suporte para as Promotorias de Justiça poderem atuar na defesa do Estado Democrático de Direito e das instituições", pontuou Mattos.


Monitoramento


Mais cedo, logo nas primeiras horas da manhã, Cláudio Castro se reuniu com secretários de Estado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no Rio, onde determinou às forças de segurança que continuem um intenso monitoramento em todos os pontos que podem reunir manifestantes radicais.


O governador afirmou que pelo menos até o fim da semana o reforço na segurança será mantido.


Prédios públicos, como o Tribunal de Justiça, Tribunal Regional Eleitoral e a Assembleia Legislativa, estão com reforço de policiamento. Na Refinaria Duque de Caxias, estão atuando o Batalhão de Choque e o Regimento de Polícia Montada da Polícia Militar.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page