Celso de Mello libera vídeo da reunião bomba na íntegra


Ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal (STF) (Agência Brasil)

O ministro Celso de Mello decidiu que o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que, segundo denúncia de Sérgio Moro seria a prova cabal de que o presidente da república tentou interferir politicamente na Polícia Federal, poderá ser divulgado quase em sua totalidade. Serão retiradas apenas duas partes do vídeo com declarações que se referem à China e ao Paraguai. A informação foi dada em primeira mão pelo jornalista Fernando Molica, na CNN.

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif