728x90_2.gif

Centenas de navios ainda esperam para cruzar Canal de Suez


Cargueiro gigantesco encalhado no Canal de Suez desde o dia 23 de março (Divulgação)

O número de navios que esperam para atravessar o canal de Suez, que está bloqueado por um gigantesco cargueiro encalhado desde o dia 23, chegou neste sábado (27) a 321, informou o chefe da autoridade que administra o canal.

Em uma coletiva de imprensa, o tenente-general Osama Rabie, presidente da Autoridade do Canal de Suez, disse que "atualmente, 321 barcos estão à espera de atravessar o canal de Suez devido a essa situação" e não descartou que a causa do acidente tenha sido causada por folha humana.

"A tempestade de areia e os fortes ventos no dia do incidente não foram as causas principais", afirmou Rabie.

Sobre a operação para liberar o gigantesco navio de carga, Rabie informou que os trabalhos estão sendo realizados 24 horas por dia e contam com a participação de dez rebocadores.

Segundo o tenente-general, a situação é extremamente complexa devido ao tamanho da embarcação e pela quantidade de contêineres a bordo, o que torna o descarregamento do navio uma tarefa extremadamente difícil e "o último e indesejável cenário".

No dia 23 de março, o cargueiro Evergreen, 400 metros de comprimento com capacidade para transportar cerca de 220 mil toneladas, encalhou no quilômetro 151 do canal de Suez, bloqueando uma das rotas comerciais mais importantes do mundo.

De acordo com uma estimativa feita pela publicação Commercial Times, de Taiwan, cada hora de inatividade do canal provoca perdas de aproximadamente US$ 400 milhões (cerca de R$ 2,28 bilhões).

A companhia japonesa Shoei Kisen Kaisha, proprietária do Ever Given, afirmou que tem esperança de que a embarcação seja desencalhada neste fim de semana.


Fonte: Agência Sputnik

1/3
BANNER_ESTATICO_300X250_v2-01.jpg