top of page

Central do Brasil ganha Restaurante do Povo

Foi inaugurado, nesta terça-feira (15/8), o Restaurante do Povo Herbert de Souza, na Central do Brasil. A nova unidade, a 11ª em funcionamento no estado, é o maior equipamento modular do gênero na América Latina. Com investimento de R$ 9 milhões do Governo do Estado, o restaurante vai funcionar em parceria com a Fecomércio RJ, por meio do Sesc RJ, e vai servir diariamente 3 mil almoços pelo preço de R$ 1 (um real). A expectativa é aumentar a oferta de refeições para 5 mil almoços.

Divulgação

A cerimônia contou com a presença do governador Cláudio Castro e a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rosangela Gomes


"Essa inauguração é muito simbólica para o governo estadual, porque vai impactar diretamente a vida do trabalhador que sai de casa cedo e, muitas vezes, não tem condições de ter um almoço de qualidade e nutritivo. Também estamos olhando por aqueles que vivem em situação de rua, garantindo a necessidade mais básica que existe, que é de se alimentar dignamente. Estamos trabalhando para que até 2025 sejam 26 restaurantes funcionando e atendendo quem mais precisa em todo o estado", disse o governador Cláudio Castro.


Para selar o novo serviço voltado à população em maior vulnerabilidade social, o Estado e o Sesc RJ assinaram um Termo de Cessão de Uso do local com duração de um ano, mas que poderá ser renovado. Nesse período, o Sesc RJ prestará o serviço de preparo e fornecimento das refeições. Administrado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, o restaurante irá funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h, e tem capacidade para 600 lugares. Idosos e pessoas com deficiência não pagam.


"Essa inauguração é um marco para o nosso estado e para essa gestão. Estamos entregando um equipamento público de primeira linha e mostrando que é possível trabalhar em conjunto pelo bem da população. E todo esse complexo irá operar no coração da nossa capital. Até o fim do ano, diversos serviços serão entregues para a população mais vulnerável nesta região", destacou a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rosangela Gomes.


Sandra Cristina, de 54 anos e, moradora de um abrigo na Praça da Cruz Vermelha, soube da inauguração e foi garantir o almoço.


"Esse valor vai me ajudar a ter uma alimentação de qualidade, a comida está muito boa. Onde moro, só servem café da manhã e janta, e todos os dias eu ficava procurando por almoço, agora não preciso mais", agradeceu Sandra.

Divulgação

Homenagem a Betinho


O nome do restaurante é uma homenagem ao sociólogo Herbert José de Souza (1935-1997), o Betinho, considerado o “pai” do combate à fome no Brasil e um dos mais importantes ativistas dos Direitos Humanos.


No Rio de Janeiro, a primeira unidade estabelecida na cidade foi o Restaurante Popular Betinho, localizado na Central do Brasil, e inaugurado em 2000. Anos depois, o restaurante fechou e agora reabre, em novo endereço, na rua Barão de São Félix, prestando a mesma homenagem.


"Ficamos muito contentes em poder contribuir com o programa Restaurante do Povo, em especial na unidade da Central do Brasil, que leva o nome de uma pessoa tão inspiradora para todos nós, que atuamos no combate à fome. Não podemos nos acostumar com as desigualdades sociais, principalmente quando ferem um direito fundamental de tamanha importância, que é a alimentação", disse Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidente do Sistema Fecomércio e Sesc RJ.


Responsabilidade ambiental na obra


A técnica usada na construção, realizada pela Secretaria de Infraestrutura e Cidades, levou em conta questões ambientais. O modelo construtivo possui Selo Verde de Gestão Socioambiental Responsável, do Instituto Internacional Socioambiental Chico Mendes. Durante as intervenções, a reforma do entorno e o paisagismo também foram realizados.


"Essa é uma obra de grande importância para o Estado e para a população que circula pela região. Tivemos a preocupação de investir em um espaço que será um marco na construção sustentável. A técnica usada na construção dispensa o uso de cimento, o que reduz o consumo de água e energia. O sistema garante ainda que todo o material da obra seja 100% reciclável", frisou Uruan Andrade, secretário de Infraestrutura e Cidades.

Divulgação

Área para pets


O Restaurante do Povo da Central ainda conta com uma área exclusiva para pets. Pessoas em situação de rua que estiverem acompanhadas de seus amigos de quatro patas podem deixá-los na entrada do restaurante em uma área com casinhas para cachorros, água e ração, enquanto se alimentam.


Próximas inaugurações


Serão entregues ainda esse ano, as unidades de Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense, Barra Mansa, no Sul do estado, e Madureira, na Capital. O Restaurante do Méier também já entrou na fase de obras e será entregue até o início do próximo ano.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page