top of page

Centro-Dia para idosos transforma a vida de famílias no Rio

O Centro-Dia Levy Miranda, equipamento do Governo do Estado administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, segue fazendo sucesso no acolhimento e cuidados com a população idosa no Rio. Inaugurado em agosto de 2022, a modalidade permite que o idoso tenha a opção de passar o dia no abrigo e voltar para a casa da família à noite, estratégia fundamental no fortalecimento de vínculos familiares e na ampliação do convívio comunitário das pessoas acima de 60 anos.

Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

O local vem mudando a vida de cariocas que enfrentam problemas para alocar ou dar a atenção necessária aos membros mais experientes da família. Levando em conta que muitas dessas pessoas não dispõem de boas condições financeiras, o equipamento é uma alternativa gratuita para que os idosos desfrutem de uma estrutura confortável, com todo acompanhamento profissional. O Centro-Dia se tornou ainda uma opção de tranquilidade para filhos e netos dos beneficiados.


A esteticista Márcia Costa Carneiro, de 52 anos, faz parte deste grupo. Após a mãe, dona Zenite Costa, de 89 anos, ter sido diagnosticada com Alzheimer, coube à esteticista a tarefa de cuidar dela, ao lado de suas irmãs. Por conta da rotina de cuidados, Márcia começou a ter problemas no trabalho, mas a iniciativa mudou essa realidade.

Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

"O Centro-Dia mudou não só a vida da minha mãe para melhor, mas também a minha e das minhas irmãs. O projeto ajuda muito, pois eu preciso trabalhar e elas também têm outros compromissos. Não tenho condições de pagar cuidadores e nem profissionais para acompanharem a minha mãe. Portanto, existir esse lugar completamente estruturado, com acompanhamento de profissionais, de forma gratuita, me deixou muito tranquila. Não pensei duas vezes em levá-la", destacou.

Márcia e Zenite, filha e mãe / Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

Márcia aproveitou para enaltecer ainda as mudanças significativas na saúde da mãe.


"Lá no abrigo, ela fica mais ativa. Em casa, ela tinha o costume de ficar muito tempo parada vendo televisão sozinha. Agora, com essa oportunidade, ela passa o dia interagindo com outros idosos, participa de atividades motoras, das brincadeiras e realiza exercícios mentais com os especialistas do local. Deu para notar não só uma melhora na saúde dela, mas também a recuperação da alegria em viver. Eu arrisco a dizer que a modalidade colaborou inclusive para a melhora no Alzheimer, já que está lembrando de muito mais coisas", comemorou.


O equipamento do Governo do Estado fica localizado no Abrigo Cristo Redentor, em Higienópolis, na Zona Norte do Rio, que no auge dos seus 87 anos de história abriu as portas para receber a iniciativa. A coordenadora Licia Mattesco contou como funciona a estrutura.

Licia Mattesco / Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

"Nosso objetivo principal é o fortalecimento dos vínculos familiares, oferecendo um espaço de referência onde o idoso passa o dia de segunda à sexta, no horário de 8h às 17h, com uma oferta de serviços de uma equipe interdisciplinar completa", explicou Licia.


No local são realizadas atividades terapêuticas e de fisioterapia, tarefas com fonoaudiólogos, além de um acompanhamento psicológico. Além disso, são oferecidas quatro refeições por dia e existe uma agenda de atividades diárias para entreter os idosos, tudo sem custo.


A capacidade máxima para atendimento no Centro-Dia atualmente é de trinta vagas. De acordo com a coordenação, quinze idosos já estão participando das atividades.

Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

As famílias interessadas devem entrar em contato com os coordenadores do Centro-Dia no Abrigo Cristo Redentor ou no Creas do território. Os idosos que passarem no perfil de avaliações da equipe técnica, automaticamente serão inseridos no equipamento.







Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page