top of page

China descobre canais de irrigação com 3,6 mil anos

Um sistema de distribuição de água que existiu há mais de 3.600 anos foi descoberto na província de Henan, na China Central. Esta descoberta melhorará a nossa compreensão sobre o planejamento da cidade naquela época, segundo informa Xinhua News Agency, parceiro da rede TV BRICS.

Foto: Xinhua News Agency

Três seções de canais foram encontradas nas ruínas de uma cidade da dinastia Shang (1600-1046 a.C.) em Zhengzhou, capital da província de Henan. Juntos, estes locais conformam o maior sistema de distribuição de água do início da dinastia Shang descoberto até hoje.


De acordo com arqueólogos locais, uma das seções foi construída no leito natural de um rio, enquanto as outras duas eram totalmente artificiais. Foram escavados cerca de 540 metros de canais, com cerca de 12 metros de largura no ponto mais largo e cerca de 4 metros de profundidade no ponto mais profundo.


"Com base em nosso estudo da posição geográfica e das relíquias culturais recuperadas dos canais, acreditamos que estavam todos interconectados entre si e que pertenciam a um grande sistema de distribuição de água, o que demonstra a grandeza da capital Shang", disse Yang Wensheng, vice-diretor do Instituto de Patrimônio Cultural e Arqueologia da província de Henan.


As ruínas da cidade cobrem uma área de cerca de 25 quilômetros quadrados. Acredita-se que seja a antiga capital Shang, construída por Tang, o primeiro imperador da dinastia Shang.


Em uma seção de canais, os arqueólogos encontraram canais abertos artificiais e estruturas de pedra para desviar a água, indicando que já existia uma estrutura sofisticada e funcional de sistema de fornecimento de água no início da dinastia Shang. Também foram descobertos vestígios de oficinas de fundição de cobre e fabricação de produtos de osso.


Os canais se conectavam a lagos e jardins na parte norte da cidade, o que significa que a água do sistema abastecia não apenas a produção e a vida da cidade, mas também era usada para garantir as áreas verdes.


"A descoberta desse sistema de fornecimento de água ampliou nossa compreensão do planejamento da cidade antiga, o que tem implicações para um estudo aprofundado do planejamento urbano e da divisão de zonas funcionais na capital do início da dinastia Shang", disse Yang Shugang, do Instituto de Patrimônio Cultural e Arqueologia da Província de Henan.


Fonte: TV BRICS / Via Xinhua News Agency

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page