top of page

China liga primeira turbina eólica offshore do mundo de 16 MW

A China possui hoje o maior parque eólico em operação no mundo em termos de capacidade de unidade única. A posição foi conquistada na última quarta-feira (19/7) com o início da operação de uma imensa turbina eólica offshore, a primeira do planeta com 16 megawatts. O equipamento foi instalado no Parque Eólico Pingtan, ao largo da costa da província de Fujian, no leste do país, conforme informou em nota a operadora China Three Gorges Renewables.

Divulgação / China Three Gorges Renewables

Com pás rotatórias de até 123 metros de comprimento, bastaria girar um círculo completo para gerar energia suficiente por uma semana para uma família de três pessoas, disse o gerente geral da China Three Gorges Renewables, Zhang Long, à emissora estatal chinesa CCTV.

Divulgação / China Three Gorges Renewables

A turbina eólica de 16 megawatts é equipada com um hub de 152 metros, altura comparável a um prédio de 52 andares. É também o maior diâmetro de impulsor do mundo, com 252 metros, e o peso mais leve por megawatt.


A empresa afirmou que o equipamento pode reduzir as emissões de dióxido de carbono em cerca de 54 mil toneladas por ano.

Divulgação / China Three Gorges Renewables

Potência em renováveis


A China está a caminho de quase dobrar sua capacidade de geração de energia eólica e solar até 2025 e ultrapassar sua meta de energia limpa cinco anos antes do previsto, segundo relatório de junho da Global Energy Monitor.


A capacidade chinesa de energia solar se multiplicou por 150 em relação ao nível em que estava em 2012, e sua capacidade de energia eólica se multiplicou por seis nos últimos dez anos, disse na segunda-feira Wang Zhongying, diretor do Instituto de Pesquisas Energéticas da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reformas.


Também nesta semana, o enviado climático dos EUA, John Kerry, teve suas primeiras discussões climáticas de peso com autoridades chinesas em quase um ano.


Seu homólogo chinês, Xie Zhenhua, disse que o país busca um diálogo "substancial" sobre o clima e a transição verde, o que poderia melhorar as relações bilaterais.


*Com informações da CCTV e de agências internacionais.

Comentários


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page