top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Chuvas e ventos fortes marcam o carnaval em quase todo o país


(Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio)

Os foliões que vão pular carnaval em blocos de rua, escolas de samba e bailes têm que estar preparados para encarar as chuvas, que devem se espalhar em grande parte do Brasil, principalmente de sábado (18) para domingo (19), com exceção do sul do Rio Grande do Sul e o interior da Região Nordeste.


De acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as tempestades serão mais volumosas na Região Sudeste, com destaque para o estado de São Paulo, com a precipitação de chuvas podendo ficar acima de 100 milímetros por dia (mm/dia), principalmente no litoral paulista. A região de São Paulo já está sob alerta laranja do Inmet para riscos de danos causados pelas chuvas.


O Inmet revela que o cenário de muita chuva vai se repetir no sul e sudeste de Minas Gerais Sul e na região serrana do Rio de Janeiro, além da área metropolitana da capital fluminense. O cenário se completa pela queda nas temperaturas em toda a Região Sudeste.


As fortes chuvas atingem igualmente o centro do Brasil. Brasília, por exemplo, terá pancadas de chuva isoladas e trovões, neste sábado. A temperatura máxima deve chegar aos 30ºC.


Salvador

O tempo também fica bem instável para os carnavalescos do Nordeste, com exceção do interior da região. A folia que arrasta milhões de pessoas pelas avenidas de Salvador (BA) vai ser marcada por chuva, principalmente, de sábado a domingo. E devem incomodar um pouco menos o folião até a quarta-feira de Cinzas, com chuvas mais fracas.


No sul do Mato Grosso do Sul, São Paulo e em grande parte da Região Sul, desde a madrugada de sábado, as temperaturas caem. O pesquisador do Inmet, Mamedes Luiz Melo, prevê que “existe até mesmo uma pequena possibilidade de geada nas áreas serranas entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.” A passagem da frente fria vai derrubar as temperaturas entre o leste de São Paulo e o leste do Paraná, no domingo. E as máximas ainda são consideradas bem baixas para o verão, em torno de 18ºC a 20ºC. Em São Paulo, o sol volta a aparecer entre nuvens na segunda-feira e a temperatura máxima que, no sábado, não deve ultrapassar os 19ºC, no último dia de carnaval, pode aumentar e chegar à casa dos 28ºC.


O frio é acompanhado de rajadas de ventos intensas, nesse sábado, entre o litoral de Santa Catarina até o litoral de São Paulo, e em algumas partes do litoral do Rio de Janeiro.


A meteorologista do Inmet, Dayse Suellen Moraes, explica o fenômeno que está trazendo chuvas e frio, para o carnaval, no Brasil: “Tem um sistema que se formou entre Rio Grande do Sul e Uruguai que está favorecendo as chuvas. Por lá, há também um cavalo atmosférico se formou pela Argentina e também no oceano [Atlântico] e isso favoreceu algumas precipitações mais intensas no Sudeste, Centro-Oeste. A umidade e o calor provocam essas instabilidades um pouco mais fortes, pois, é a estação do verão”. E acrescenta: “na Região Norte e também parte do Nordeste, há a Zona de Convergência Intertropical, que é um sistema que atua nesse período, marcado pela intensidade e instabilidades das chuvas nestas localidades.


Para informações sobre a previsão do tempo diária, consulte o site e as redes sociais do Inmet.


Fonte: Agência Brasil

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page