Ciro: Boris Johnson 'já vai tarde', 'o daqui irá em breve'


(Foto: Alexandre Amarante/PDT)

Para o pré-candidato à presidência pelo PDT, o primeiro-ministro do Reino Unido foi um "trumpista defasado" e mentiroso. Sem papas na língua, Ciro Gomes foi às redes sociais e comparou a queda e renúncia de Boris Johnson nesta quinta-feira (7) com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL). Para Ciro, o conservador britânico "já vai tarde" e "em breve" Bolsonaro também deixará o poder.

Johnson deixou o cargo após pressão causada por mais uma crise no governo na sequência de uma série de escândalos. Mais de 50 membros, entre ministros, secretários e auxiliares, deixaram seus cargos alegando "falta de confiança" na gestão do primeiro-ministro.

Com o acontecimento, Bolsonaro também comentou a renúncia do britânico. O presidente usou a situação para afirmar que o Brasil está "bem" em comparação a outros países, conforme o portal UOL.

"Estão vendo como está o mundo? E como é que está o Brasil? A gente está bem", disse em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Em seguida, Bolsonaro mentiu para seus apoiadores ao comparar que "lá fora eles sofrem com inflação altíssima" e que "nós não temos esses problemas aqui". Na verdade, segundo relatório divulgado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em maio, o Brasil tinha a terceira maior inflação entre os países do G20. E comparando com o Reino Unido, o relatório mostra que pelos dados levantados pela entidade até março, a inflação no Brasil acumulada em 12 meses era de 11,3% enquanto no Reino Unido era de 6,2%. Além disso, a queda do premiê britânico aconteceu mais por questões políticas do que econômicas.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif