top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Clarice Niskier em curta temporada no Theatro Municipal

O Theatro Municipal de Niterói recebe de 26 a 28 de agosto, de sexta a domingo, Clarice Niskier, com a peça 'A Alma Imoral'. Sozinha no palco, a atriz desconstrói e reconstrói conceitos milenares da história da civilização - corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência. No espetáculo, ela estabelece contato direto com a plateia para contar histórias e parábolas da tradição judaica.

Foto: Dalton Valério / Divulgação

No palco, uma cadeira e um tecido preto que, concebido pela figurinista Kika Lopes, transforma-se em mantos, vestidos, burcas e véus. O espaço cênico, trabalho de Luís Martins, é limpo e remete a um longo corredor em perspectiva.


Mais de 550 mil espectadores em teatros das principais cidades brasileiras assistiram a “A Alma Imoral” desde o ano da estreia, em 2006. Ao comentar sobre o desafio de estar em cena por 16 anos consecutivos, Niskier pondera que no teatro é sempre a primeira vez.


“Assim como é possível amar tanto tempo a mesma pessoa sem se cansar, é possível fazer uma peça tanto tempo sem se cansar. O tempo é algo muito subjetivo. Se a relação está viva, está viva. Dá trabalho, mas não cansa. Assim é com ‘A Alma Imoral’”, reflete ela, que afirma amar o trabalho e o texto.


“Que vocês se sintam vivos diante de mim. Assim como tenho vontade de me sentir diante de vocês: viva”, acrescenta.

Foto: Dalton Valério / Divulgação

Clarice optou por não trabalhar com uma direção teatral, no sentido tradicional, mas com a supervisão de Amir Haddad, que já vem seguindo a mesma trilha com alguns atores. Para ele, ‘super visão’ pode significar uma visão maior ou superior, capaz de desvendar aspectos que outros olhos mortais não conseguiriam.


“Também pode significar uma visão de cima, das coisas que estão acontecendo. O que eu faço com a Clarice é tentar dar a ela um olhar de quem está de fora, e às vezes de cima, para melhor poder entendê-la e orientá-la”, comenta Haddad.


“Tenho mais prazer em observar e ajudar um ator no divino exercício do seu ofício do que inventar efeitos de som e luz e algumas marcações e depois anunciar: ‘o diretor’. Sonho com um ator dono do seu próprio texto e, dessa maneira, capaz de iluminar o texto de outrem pelo embate de suas ideias”, propõe.


O texto de “A Alma Imoral” é uma adaptação de Clarice Niskier para o teatro, a partir do livro homônimo do rabino Nilton Bonder. “Quando comecei a trabalhar nessa adaptação pensava em mobilizar o pensamento e a emoção do espectador contemporâneo. Mais de uma década depois, continuo com o mesmo objetivo”, revela a atriz que fez a 1ª temporada do espetáculo no Rio de Janeiro.


“A Alma Imoral” fechou seu primeiro ano em cena (2006) com três indicações ao Prêmio Eletrobrás de Teatro (melhor atriz, melhor peça e melhor figurino) e chegou ao segundo com duas indicações ao Prêmio Shell (melhor atriz e melhor figurino), tendo vencido na categoria de Melhor Atriz. Foi ainda contemplada, em 2007, pelos Prêmios Caixa Cultural e Caravana Funarte de Circulação Nacional de Teatro, e, em 2008, pelo Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Atriz.


Serviço


'A Alma Imoral'

De 26 a 28 de agosto

Horários: 20h (sexta e sábado), 18h (domingo)

Duração: 120 min

Classificação etária: 16 anos

Ingresso: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)

Local: Theatro Municipal de Niterói

Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, Niterói

Tel: 3628-6908


Bilheteria


Sympla - vendas online.


Ingressos à venda também na bilheteria do teatro.- aceita dinheiro, cartões de crédito/débito e Vale Cultura


Horário de Funcionamento:

Dias com espetáculo - quarta a domingo, das 14h até o início do mesmo.

Dias sem espetáculo - Quarta a sexta, das 14h às 18h.


Fonte: Departamento de Imprensa SMC/FAN


Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page