top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

Coletivo de Direito Popular pede prisão de Léo Índio ao STF

O Coletivo de Direito Popular, formado por advogados da Universidade Federal Fluminense (UFF), enviou na última terça-feira (17/1) ao Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido de investigação e prisão preventiva de Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio.

Reprodução / Redes Sociais

O coletivo solicita uma apuração sobre a participação do parente da ex-mulher de Jair Bolsonaro - e primo de três de seus filhos - nos atos terroristas ocorridos nas sedes dos Três Poderes, em Brasília, no dia 8 de janeiro.


Léo Índio postou fotos nas redes sociais onde aparece em meio à invasão de vândalos bolsonaristas aos prédios dos Poderes.


Segundo o criminalista Paulo Henrique Lima, principal responsável pela ação, o papel do parente do ex-presidente não foi apenas prestigiar pessoalmente a tentativa de golpe. Há indícios de que ele está envolvido na mobilização de 'patriotas' para os atos antidemocráticos.

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page