Com 2ª onda, Europa ultrapassa 10 milhões de casos


Os novos casos de Covid-19 dobraram na Europa em um período de cinco semanas e a região ultrapassou neste domingo (1º) a marca de dez milhões de diagnósticos desde o início da pandemia, informou a Reuters.

De acordo com a contagem realizada pela agência de notícias, no mês passado, tanto a América Latina como a Ásia reportaram mais de dez milhões de casos cada, enquanto os Estados Unidos sozinhos somam mais de nove milhões, com um surto que vem acelerando rapidamente nos últimos dias.

Apesar de a Europa ter levado quase nove meses para registrar os primeiros cinco milhões de casos, os cinco milhões seguintes chegaram em pouco mais de um mês, segundo a Reuters.

Com aproximadamente 10% da população mundial, a Europa registra quase 22% dos casos de Covid-19 no mundo, que soma um total de 46,3 milhões de infecções. Além disso, com 269 mil mortes, a região acumula quase 23% dos óbitos mundiais, de um total de quase 1,2 milhão.

Após o crescimento recente de casos, França, Alemanha e Reino Unido anunciaram lockdowns nacionais por pelo menos um mês, medidas que são tão severas quanto as impostas em março e abril. Portugal, por sua vez, decidiu impor um fechamento parcial, enquanto Espanha e Itália estão incrementando as restrições já impostas.

Nas últimas 24 horas, de acordo com os dados divulgados pelos governos locais, a França registrou mais de 46 mil casos, enquanto na Itália foram quase 30 mil e, no Reino Unido, mais de 23 mil. Já na Alemanha foram mais de 14 mil casos reportados ontem (31).

Além da imposição de novas medidas restritivas, alguns países estão sendo obrigados a lidar com a insatisfação da população local, que tem se reunido para protestar contra as decisões governamentais. Na última madrugada, agentes da polícia foram atacados por centenas de jovens em Frankfurt, na Alemanha, enquanto mais de 50 pessoas foram presas em toda a Espanha, após confrontos com a polícia em cidades como Madri, Logrono, Bilbao, Santander e Málaga, entre outras.

Toque de recolher em mais quatro países

Vacinação em massa, toque de recolher e confinamento parcial estão entre as ações adotadas agora também por Grécia, Áustria, Portugal e Eslováquia.

Os quatro países têm, somados, pouco mais de 930 mil casos e cerca de 4,3 mil mortos por Covid-19 anunciaram. A Grécia optou por um confinamento parcial. A Áustria decretou toque de recolher noturno, das 20h às 6h, e o fechamento de estabelecimentos gastronômicos a partir da próxima terça-feira (3). A Eslováquia iniciou um programa de detecção do conoravírus. E Portugal decidiu que qualquer comércio tem que fechar à 22h.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Grécia tem 37 mil casos e 620 mortes. A Eslováquia, 55 mil e 212, respectivamente. A Áustria, 101 mil casos e 1.079 óbitos. Mas é em Portugal que está a pior situação entre as quatro nações: são 137 mil infectados e 2.468 falecimentos.

Na sexta-feira (30), a Áustria teve um recorde de 5.627 infecções, pouco menos do que o nível de 6.000 que o governo imagina ser o teto de capacidade dos hospitais. Os números foram ligeiramente menores no sábado com 5.349 infecções. As autoridades optaram pelo exame do antígeno, que pode ser um componente do vírus, e não é tão eficaz como o PCR onde amostras nasais são analisadas em laboratório.

Portugal também anunciou novas medidas que se aplicarão a 121 das 308 comunas do país. Elas abrangem tanto Lisboa quanto o Porto. As pessoas nessas áreas foram aconselhadas a permanecer em casa e trabalhar remotamente. As lojas devem fechar até as 22h. O primeiro-ministro português Antonio Costa foi claro:

"Se nada for feito, o aumento das infecções inevitavelmente nos levará a uma situação de falha do nosso sistema de saúde", disse.

As medidas serão revistas dentro de duas semanas. No sábado, Portugal registrou 4.007 casos e 39 mortes. Quase duas mil pessoas estão recebendo tratamento, das quais 286 em nível intensivo.


Fonte: Agência Sputnik

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: