Com falta de vacina, Brasil pode exportar Sputnik


(Foto: Vladimir Astapkovich/Sputnik)

Mesmo sem registro no Brasil, a farmacêutica União Química planeja seguir com a produção da vacina Sputnik V para exportá-la a outras partes da América do Sul, revelou o diretor de negócios internacionais da companhia à agência Reuters.

Na semana passada, o laboratório brasileiro submeteu, em conjunto com o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), o pedido de uso emergencial da Sputnik V junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Brasil (Anvisa), que fez uma avaliação preliminar do pedido e disse que mais documentos são necessários para a aprovação.

O diretor de negócios internacionais da farmacêutica, Rogério Rosso, afirmou nesta terça-feira (19), em entrevista à Reuters, que uma nova reunião está agendada com a Anvisa para a próxima quinta-feira (21). Contudo, Rosso acrescentou que não é necessário o registro da vacina no Brasil "para exportá-la para outros países que já aprovaram o imunizante".

Entre os países do continente sul-americano, a Argentina foi o primeiro a iniciar a vacinação com a Sputnik V, enquanto Bolívia, Venezuela e Paraguai já obtiveram o registro para uso emergencial. De acordo com o RFPI, além das nações citadas, Sérvia, Bielorrússia, Argélia e Palestina já registraram a vacina desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya da Rússia, e espera-se que outros países autorizem o uso emergencial do imunizante russo nos próximos dias.

De acordo com o dirigente da União Química, o potencial de mercado da Sputnik V na América Latina, incluindo o Brasil, é de 300 milhões de doses em 2021.

"Nossa prioridade é o Brasil, mas as exportações são uma oportunidade real, pois a demanda por vacinas no mundo é muito maior que a oferta" disse Rosso à Reuters.

O RFPI fechou na semana passada um acordo com a União Química para fornecer matéria-prima para a produção de dez milhões de doses no primeiro trimestre de 2021 e 150 milhões até o fim do ano.



Fonte: Agência Sputnik

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle