top of page

Começam as obras da ciclovia de Itacoatiara

Da Região Oceânica à Zona Norte, a Prefeitura de Niterói tem avançado na meta de chegar a 120 km de ciclovias na cidade até 2024. Em Itacoatiara, as obras da ciclovia começaram semana passada pela Rua Matias Sandri e devem ser concluídas em dezembro. A via, de 600m, terá segregadores, tachas e balizadores, com reforço da sinalização das travessias e implantação de traffic calming na chegada da praia para garantir a segurança de pedestres e ciclistas.

Divulgação / Prefeitura de Niterói

A Coordenadoria Niterói de Bicicleta, da Prefeitura de Niterói, realiza ainda a requalificação da ciclofaixa existente na Estrada de Itacoatiara. Este trecho de 650m receberá melhorias na acessibilidade, nos pontos de ônibus e na instalação de tachões do tipo olho de gato.


“O Plano Niterói 450 anos, lançado este ano pela Prefeitura, prevê ações de ampliação e requalificação da infraestrutura cicloviária na cidade. Atualmente, a cidade conta com mais de 70Km de ciclovias e a meta é chegar aos 120 quilômetros até 2024. Também vamos aumentar em mais de 100% o número de vagas disponíveis no Bicicletário Arariboia”, afirma o prefeito Axel Grael.

Foto: Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

Ainda na Região Oceânica, outro bairro contemplado é o Engenho do Mato. A Av. Irene Lopes Sodré está recebendo uma ciclovia segregada para atender ao grande número de ciclistas que circulam na região. O primeiro trecho, com cerca de um quilômetro, já está pronto. Os trechos seguintes serão entregues conforme o andamento das obras de macrodrenagem. O trajeto começa no trevo onde está localizado o quartel dos Bombeiros de Itaipu e segue até a Rua Honduras. O projeto irá conectar o eixo da Transoceânica com os bairros do Engenho do Mato, Maravista e Serra Grande.


“Seguimos avançando na transformação de Niterói em uma cidade amiga da bicicleta. A ampliação da malha cicloviária é parte do planejamento para tornar a mobilidade urbana da cidade cada vez mais democrática, inclusiva e sustentável. As ciclovias que estão sendo implantadas trarão ganhos imensos no dia-a-dia da população local, dos turistas e visitantes", explica o coordenador do Niterói de Bicicleta, Filipe Simões.


Segregadores no Barreto


Na Zona Norte, as melhorias acontecem no Barreto. Foram instalados segregadores na ciclovia do bairro para melhorar ainda mais a segurança dos ciclistas. A via conecta a Rua Benjamin Constant à praça Flávio Palmier. A malha cicloviária do Barreto se estende por 1,5 km, desde a Rua Benjamin Constant, na altura da Rua Francisco Portela, passando pela Rua Presidente Craveiro Lopes e finalizando na Rua Doutor Luiz Palmier na altura da Praça Flávio Palmier. Ao longo de toda a rota, parte do espaço destinado para os carros foi transformado em espaço para os ciclistas e pedestres, com a criação de uma extensa ciclofaixa.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói


300x250px.gif
728x90px.gif