top of page

Comitiva de Moçambique conhece ações da gestão municipal

O prefeito de Niterói, Axel Grael, recebeu nesta segunda-feira (13/2) uma comitiva formada por autoridades de Moçambique. O objetivo do encontro foi a troca de experiências nas áreas administrativa, fiscal e climática. Antes de ser recebida no gabinete, a delegação fez um tour por Niterói e conheceu projetos importantes da cidade, como o Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis (POP), o túnel Charitas-Cafubá e as obras de revitalização da orla do Centro.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Niterói

O prefeito ressaltou que Niterói tem se destacado como uma das cidades mais potentes do país em termos de carteiras de investimentos, com R$ 1 bilhão previstos para serem investidos em infraestrutura somente esse ano. Ele lembrou também que a cidade é uma das poucas do Brasil com nota dez em transparência, além de ser a primeira cidade do país a ter uma secretaria do Clima.


“Para nós é uma satisfação muito grande fazer esse intercâmbio com outros países da língua portuguesa. Temos muito em comum na cultura e na origem da nossa administração pública também. Acho que a experiência de Niterói pode ser útil para Moçambique e também a experiência de Moçambique pode ser útil para Niterói. Com esta visita vamos identificar alguns pontos de convergência de interesses e estamos à disposição para fazer um acordo e que possamos ter um processo mais permanente de trocas de experiências em políticas públicas. É uma honra que, dentro de tantos municípios, Niterói tenha sido escolhida”, disse Grael.


A presidente da comitiva de Moçambique e secretária permanente do Ministério de Administração Estatal e Função Pública, Claudina Mazalo, contou que antes de chegar a Niterói o grupo esteve em Brasília para conhecer as políticas de transferência de renda a nível federal.


“Sentimos que precisamos aprimorar nosso processo na gestão municipal e isso passa pela transferência da autonomia administrativa, financeira e patrimonial. No nosso caso, isso ainda é um grande desafio. Os nossos municípios ainda dependem muito de transferências do estado para poder funcionar. Precisamos saber o que temos que fazer de fato para que eles tenham essa autonomia. Essa parte da questão climática é muito importante também por conta da chuvas cíclicas que enfrentamos. Ficamos muito impressionados com o que vimos hoje na cidade de Niterói. Vocês têm um plano estratégico de 20 anos e isso é incrível”, apontou a secretária.


Também participaram do encontro as secretárias de Fazenda, Marilia Ortiz; de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti; de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa; e o secretário de Defesa Civil e Geotecnia, Walace Medeiros.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page