Conmebol: recomeço com "garantias máximas"

Atualizado: 7 de Jun de 2020


O futebol sul-americano recomeçará com as "garantias máximas" para a saúde dos jogadores e dos envolvidos, disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, às equipes médicas das dez confederações em videochamada nesta quinta-feira (4).

Desde meados de março, não há futebol na América do Sul. As partidas foram suspensas por conta da pandemia de coronavírus.


Alejandro Domínguez afirmou que "haverá uma resposta coordenada, homogênea e responsável, para que o retorno do futebol ocorra com a máxima garantia para todos".

No entanto, o órgão dirigente do futebol sul-americano aguardará para ver quais medidas de saúde cada país membro tomará antes de decidir quando reiniciar sua principal competição de clubes, a Copa Libertadores, disse Gonzalo Belloso, diretor de desenvolvimento da Conmebol.


"O problema mais difícil que enfrentamos é a migração de equipes e os aeroportos", disse Belloso, acrescentando que a Conmebol espera reiniciar a competição em setembro. "Estamos trabalhando com governos. Não colocaremos a vida das pessoas em risco", acrescentou ele citado pela agência de notícias AFP.

A Conmebol foi forçada a adiar a Copa América, que deveria começar este mês, para 2021.

Duas rodadas de jogos de qualificação para a Copa do Mundo de 2022 também tiveram que ser canceladas em março.


Agência Sputnik

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: