Corinthians ameaça não jogar se só Maracanã abrir


(Fotos Públicas)

O Corinthians não entrará em campo no Campeonato Brasileiro se a torcida for liberada somente para os jogos disputados no Maracanã. Esta é a decisão tomada pelo presidente do clube, Andrés Sanchez, em resposta ao anúncio feito pelo prefeito Marcelo Crivella na sexta-feira (18) sobre a volta do público no estádio.

"O Corinthians só aceita a volta do público aos estádios se todos os times da Série A tiverem a mesma oportunidade, independente do estado ou cidade. Se não forem as mesmas condições pra todos não entraremos em campo", declarou Sanchez, em seu perfil no Twitter.

No fim da tarde de sexta, Crivella afirmou que faria um apelo à CBF para autorizar a presença de público a partir do jogo Flamengo x Athletico-PR, em 4 de outubro.

Candidato a reeleição e com imagem desgastada devido a denúncias de corrupção no esquema chamado "QG da propina" na prefeitura, Marcelo Crivella tenta recuperar algum prestígio junto ao eleitor que votará em 15 de novembro. A reabertura do Maracanã, coincidentemente, num jogo do Flamengo desperta desconfianças sobre motivações políticas do prefeito.

O argumento de Crivella para a volta da torcida é que assim poderia reduzir a lotação das praias com o horário dos jogos passando para às 11h da manhã. Crivella, porém, não conversou com a CBF sobre essa possibilidade.

Oficialmente, a entidade ainda não fez qualquer anúncio sobre o tema.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: