CoronaVac tem eficácia de 78% e só depende de autorização


Vacina CoronaVac produzida por laboratório chinês em parceria com o Butantan, de São Paulo (Foto: Governo SP)

O Instituto Butantan, de São Paulo, enviou nesta quinta-feira (7) para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido para uso emergencial da CoronaVac, imunizante contra a Covid-19 produzido no Brasil em parceria com o laboratório chinês Sinovac. De acordo com o instituto, o imunizante apresentou eficácia de 78% na terceira fase de testes em território nacional e nenhum vacinado apresentou sintomas graves.

A Anvisa tem até 10 dias para aprovar a vacina e autorizar o seu uso emergencial na população.

A autorização para uso emergencial vale enquanto durar o período de pandemia, segundo modelo adotado também por agências de saúde de outros países como o Reino Unido, Estados Unidos e Canadá.

Os resultados dos testes deveriam ter sido divulgados no dia 23 de dezembro, mas foram adiados pela segunda vez pelo governo de São Paulo. A divulgação dos dados da terceira e última fase era a etapa que faltava para pedir a aprovação da vacina e autorização para sua aplicação na população.

Em coletiva de imprensa, o governador João Doria comemorou o resultado.

"Hoje é um dia muito importante para o Brasil e para a saúde. A vacina do Butantan tem eficácia de 78% a 100% contra a Covid-19. O resultado significa que a vacina tem um elevado grau de eficiência para proteger os brasileiros. As pessoas que forem imunizadas terão entre 78% a 100% menos possibilidade de desenvolverem a doença" - disse.

O início da vacinação no estado de São Paulo está previsto para começar no próximo dia 25, dia do aniversário da capital paulista. A prioridade número um serão os profissionais de saúde.

Anvisa: 'pré-submissão'

Apesar do anúncio do governador paulista, a Anvisa informou através de uma nota pública que a solicitação ainda não foi realizada junto à agência. O que houve nesta quinta-feira, segundo a Anvisa, foi uma reunião de pré-submissão e uma nova reunião será agendada com os técnicos do Instituto Butantan para dar entrada no pedido: "A reunião de pré submissão não é o pedido de submissão. Precisa ser feito de forma oficial e no protocolo o pedido. Isso é feito depois que as equipes técnicas checam documentos necessários", esclareceu o órgão federal.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle