Covid mata mais um senador brasileiro


Senador Major Olímpio (PSL-SP) completaria 59 anos neste sábado (20) (Foto: Divulgação/Senado Federal)

O senador Major Olímpio (PSL-SP) teve morte cerebral decretada nesta quinta-feira (18) após contrair Covid-19 e ficar internado por mais de 15 dias. Ele é o terceiro senador vítima da Covid-19. Antes, morreram Arolde de Oliveira (PSD-RJ), aos 83 anos, em outubro do ano passado; e José Maranhão (MDB-PB), aos 87 anos, em 8 de fevereiro.

Natural de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, Olimpio completaria 59 anos neste sábado (20). Foi deputado federal por um mandato e deputado estadual em São Paulo por dois mandatos. Ele também foi vereador na capital paulista. Antes de se dedicar à carreira política, serviu como policial militar no estado de São Paulo por 29 anos.

O senador Sérgio Olímpio Gomes, conhecido como Major Olímpio (PSL), de 58 anos, estava internado desde o dia 2 de março no Hospital São Camilo, na cidade de São Paulo, e no dia 5 de março foi transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).​

No dia 4 de março, quando já estava internado, Major Olímpio publicou nas redes sociais que estava "evoluindo satisfatoriamente" e que "apesar da gravidade e tenho fé que em breve estou de volta ao combate!".

No dia anterior, em 3 de março, ele chegou a participar de uma sessão de trabalhos do Senado, através de videoconferência direto do hospital.

Pedido de CPI

Em seu último discurso no Senado, Major Olímpio criticou o negacionismo do governo Bolsonaro e cobrou do Congresso a instalação de uma CPI para apurar responsabilidades pelas mortes por Covid-19, que fazem do Brasil vice líder mundial desse ranking macabro.

Ao manifestar condolências aos colegas e familiares de parlamentares que perderam a vida para a Covid, o senador afirmou: "Nossas orações de conforto aos familiares dos senadores Arolde de Oliveira e José Maranhão, que nós perdemos, e às mães dos senadores Renan Calheiros e Jayme Campos, que, de certa forma, são vítimas da irresponsabilidade, do negacionismo com que foi tratada a pandemia até então."

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: