top of page

CPI do Golpe: emails mostram que Bolsonaro recebeu pedras preciosas


(Foto: Isac Nóbrega/PR)

A CPI do Golpe descobriu que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) teria recebido no final de outubro do ano passado - às vésperas do segundo turno das eleições - um envelope e uma caixa com pedras preciosas para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro. "Foi guardado no cofre grande, 01 (um) envelope contendo pedras preciosas para o PR [presidente] e 01 (uma) caixa de pedras preciosas para a PD [primeira-dama], recebidas em Teófilo Otoni em 26/10/22", relata o ex-funcionário da Ajudância de Ordens da Presidência, Cleiton Henrique Holzschuk, em troca de emails com colegas do setor. As informações são da Folha de São Paulo.


Agora, a CPI quer que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue a origem e o paradeiro de "pedras preciosas" que foram entregues ao ex-mandatário durante a sua passagem pela cidade mineira de Teófilo Otoni - conhecida como capital das pedras preciosas -, para determinar se ele cometeu o crime de peculato. Os parlamentares afirmam que tais pedras preciosas não constam na relação de 1.055 itens recebidos oficialmente pelo ex-presidente nos quatro anos de mandato.


De acordo com o jornal, nos documentos em poder da CPI, Holzschuk relata que, a pedido do tenente-coronel Mauro Cid, um dos principais auxiliares de Bolsonaro, "as pedras não devem ser cadastradas e devem ser entregues em mão para ele [Cid]".


Alvo de outras investigações no Supremo Tribunal Federal 9STF, incluindo no caso das joias da Arábia Saudita enviadas a Bolsonaro, o tenente-coronel do Exército está preso desde o início de maio por determinação do ministro Alexandre de Moraes.


Ainda segundo a mídia, o advogado Josino Correia Junior, morador de Teófilo Otoni, disse que foi ele quem deu o presente a Bolsonaro durante a passagem do então candidato à reeleição pela cidade. "São pedras semipreciosas. Comprei na véspera da vinda dele à cidade. Custaram R$ 400", afirmou.


Bolsonaro, segundo a Folha, não se manifestou até a publicação da reportagem.

Opmerkingen


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page