top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Crimes com violência tiveram queda durante a folia no Rio

O plano estratégico do Governo do Rio para o Carnaval reduziu os crimes em que há emprego de violência em todo o estado e também na capital. Levantamento com dados preliminares do Instituto de Segurança Pública (ISP) revela que, entre sexta-feira (17/2) e quarta-feira de Cinzas (22/2), em comparação com o mesmo período do Carnaval de 2020, os roubos em coletivo diminuíram 87%; os roubos a transeunte, 58%; os roubos de aparelho celular apresentaram redução de 48%. Já os roubos de rua, que englobam todos esses indicadores, tiveram queda de 58% e os de veículo, 46%.

Divulgação / Governo do Estado do Rio

No município do Rio, as reduções foram de 82%, 50%, 31%, 34% e 48% respectivamente. A letalidade violenta (homicídio doloso, morte por intervenção de agente do estado, lesão corporal seguida de morte e latrocínio) reduziu 38% no estado no período.


A comparação com 2019 no estado também apresentou queda nos indicadores roubo em coletivo (87%), a transeunte (65%), de aparelho celular (48%) e de veículo (55%). Em relação à capital, a redução se manteve: 86%, 55%, 33% e 45%, respectivamente. O roubo de rua caiu 63% no estado e 54% no município nos seis dias em relação ao mesmo período de 2019.


Já os furtos a transeunte, que não empregam uso de violência, registraram diminuição de 4% no estado neste Carnaval quando comparado com 2020 e de 22% em relação ao mesmo período de 2019. Na capital, o indicador apresentou aumento de 6% em comparação com 2020 e redução de 10% em relação a 2019.

Divulgação / Governo do Estado do Rio

Reforço no policiamento e pontos de bloqueio


A Polícia Militar mobilizou 15 mil agentes diariamente no patrulhamento em todo o estado e utilizou drones e aeronaves cujas imagens eram geradas em tempo real para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Além disso, montou pontos de bloqueio e revista, onde policiais com detectores de metais abordavam os foliões nos principais acessos às vias em que havia desfile de blocos.


Os policiais da Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida - também fizeram uma ação de prevenção contra o assédio, como parte da campanha de conscientização ‘Não é não, respeite a decisão’, do governo do estado.


Na Polícia Civil, o esquema especial incluiu maior efetivo nas unidades – com emprego extraordinário de 3 mil agentes do dia 17 ao dia 22 e uma delegacia extraordinária na Marquês de Sapucaí.


As delegacias de Atendimento à Mulher (Deam) e de Apoio ao Turismo (Deat) tiveram reforço no efetivo. Nas Deam foram feitas ações de conscientização e prevenção da violência contra a mulher; a Deat contou com guias bilíngues da Secretaria de Estado de Turismo para auxiliar no acolhimento aos turistas estrangeiros.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page