top of page

Datafolha: 11% mudariam de voto para decidir logo no 1º turno


(Foto: Ricardo Stuckert)

Números qualitativos da nova pesquisa Datafolha, divulgados nesta sexta-feira (23), apontam que 11% dos eleitores afirmaram que podem mudar de candidato no primeiro turno para presidente da República e apoiar aquele que estiver em primeiro lugar nas pesquisas. O percentual dos que admitem praticar o chamado “voto útil”, para encerrar a disputa no primeiro turno, é maior entre os eleitores de Simone Tebet (22%) e Ciro Gomes (21%).


Outros 86% responderam que não mudariam seu voto, e 2% se mostraram indecisos sobre o tema. A pesquisa, realizada de terça-feira (20) a quinta-feira (22), foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.


Tanto na pesquisa Datafolha quanto no levantamento do instituto Ipespe, divulgado nesta sexta-feira, as chances de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganhar no primeiro turno se ampliaram, a nove dias da eleição.


No Datafolha, Lula segue firme na liderança - ganhou dois pontos percentuais e chegou a 47% de intenções de voto e o presidente Jair Bolsonaro (PL) manteve os mesmos 33% do levantamento anterior. Os números do Ipespe apontaram um crescimento de três pontos percentuais de Lula (43% para 46%), enquanto Bolsonaro se manteve estagnado nos 35%. Em votos válidos, isto é, desconsiderando os brancos e nulos, Lula chega a 50%. Para que a eleição não tenha segundo turno, basta um candidato ter 50% e mais um voto.

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page