Datafolha aponta Lula eleito no primeiro turno


(Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou sua vantagem para 21 pontos sobre o segundo colocado nas eleições brasileiras de 2022, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Lula lidera com 48% das intenções, contra 27% de Bolsonaro, de acordo com os dados divulgados pelo Datafolha nesta quinta-feira (26).

Votos brancos ou nulos somam 7%, e 4% dos eleitores responderam não saber em quem votar.

No total de votos válidos (que excluem os brancos e nulos), Lula mantém 54% e estaria virtualmente eleito em 1º turno. Neste cenário, Bolsonaro tem 30% das intenções. Trata-se do critério considerado pela Justiça Eleitoral na conclusão dos resultados do pleito.

Para ganhar em 1º ou 2º turnos, é preciso que o candidato some 50% dos votos válidos mais um. A primeira fase da disputa ocorre em 2 de outubro, enquanto que o 2º turno, caso haja, está previsto para o dia 30 do mesmo mês.

De acordo com as respostas, na terceira posição vem Ciro Gomes (PDT), com 7%. Demais postulantes ao cargo presidencial chegaram a, no máximo, 2%.

Ainda segundo o levantamento do Datafolha, 54% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum, e 33% rejeitam Lula.


O Datafolha informou que a pesquisa foi feita com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o país, na quarta (25) e quinta-feira (26). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.

Na pesquisa anterior feita pelo instituto, Bolsonaro recuperou alguns pontos e chegou a 26%, mas a distância para o petista, que era de 17 pontos, aumentou para 21. Lula marcou 43% das intenções na ocasião.

Os dados apontam que ex-presidente Lula cresceu na pesquisa espontânea — quando não são apresentados nomes dos candidatos — com 38% (em março eram 30%). Bolsonaro tinha 23% em março e agora pontua 22%.

Ainda segundo o instituto, em votos válidos, Ciro teria no primeiro turno 8%, seguido por André Janones (Avante, 2%), Simone Tebet (MDB, 2%), Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU), estes dois com 1%. Os demais concorrentes nas eleições presidenciais não pontuariam.


Com a Sputnik

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg