Delfim revela a traição de Lula a Ciro que elegeu Bolsonaro


Delfim, que foi conselheiro econômicos dos governos Lula e Dilma, revelou bastidores da campanha eleitoral de 2018

Em entrevista levada ao ar na madrugada desta terça-feira (21) pela TV Globo, no programa Conversa com Bial, o economista e ex-ministro da Fazenda Antônio Delfim Netto, 92 anos, afirmou que Ciro Gomes foi traído pelo ex-presidente Lula nas eleições presidenciais de 2018.

Revelando bastidores inéditos daquela campanha, Delfim, que foi conselheiro econômico nos governos do PT, disse ter sido visitado em seu escritório por Ciro Gomes e Fernando Haddad, que formariam uma chapa organizada por Lula com o pedetista na cabeça. Foram discutir um programa econômico para o país. O jornalista Mário Sérgio Conti também participou do encontro, segundo Delfim.

“O Lula tinha organizado Ciro como presidente e Haddad como vice. Os dois foram ao meu escritório, Mario Sergio Conti é testemunha, para que eu ajudasse a formular um programa de desenvolvimento do Brasil para sair da situação complicada em que se encontrava", disse Delfim.

No entanto, no entender do ex-ministro, "o PT não teve a grandeza de ser o segundo. Pensaram alguma coisa do tipo: se eu entrego ao Ciro o poder, eu nunca mais volto ao poder".

Para ele está claro que Ciro foi traído por ter mais condições de vencer as eleições. Delfim considera que a desistência do PT foi decisiva para a vitória de Jair Bolsonaro:

"No fundo, se eles não tivessem traído o Ciro, ele teria sido eleito. Atacar o Ciro teria sido muito mais difícil e não teria credibilidade. O Ciro passou incólume pela Lava Jato", concluiu Delfim.


Assista o trecho da entrevista em que Delfim revela a traição de Lula a Ciro:







1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: