Deputado que apalpou deputada do PSOL é afastado


Deputado estadual Fernando Cury (Cidadania-SP) assedia deputada Isa Penna (PSOL), na Alesp (Reprodução)

O Cidadania decidiu nesta sexta-feira (18) afastar o deputado estadual Fernando Cury, flagrado passando a mão no seio da parlamentar Isa Penna, do PSOL, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

O fato foi captado por câmeras e aconteceu durante sessão que votava o orçamento do estado de São Paulo.

Por meio de um comunicado, o Cidadania disse que a Comissão Executiva Nacional decidiu a afastar o deputado "de todas as funções diretivas partidárias, em todas as instâncias, bem como de todas as funções exercidas em nome do Cidadania, inclusive junto à Alesp".

Imagens da Alesp mostram Cury se aproximando da deputada Isa Penna, que está apoiada na mesa diretora da Casa. Ele encosta na parlamentar por atrás e passa a mão no seio e na cintura dela. Isa o repudia imediatamente e tenta afastá-lo.

​Ao se justificar, Cury disse que pretendeu "abraçar" a colega e pediu desculpas. A parlamentar, por sua vez, afirmou que o parlamentar do Cidadania estava bêbado no momento em que passou a mão nela.

"O que é necessário para um deputado que comete assédio em pleno plenário é que ele encerre a carreira política e deixe de ser deputado", disse a parlamentar ao UOL.

'Obrigação moral e cívica'

A deputada Isa Penna disse que o deputado não deve apenas ser afastado, mas encerrar sua carreira política. Segundo ela, é uma "obrigação moral e cívica" do partido e da Alesp afastar o deputado de duas funções como parlamentar.

"Nós estamos falando de assédio em pleno plenário, em plena sessão, com todas as câmeras ligadas", disse a deputada.

Conselho de Ética

A nota do Cidadania explicou ainda que o afastamento vai durar até a conclusão do processo no Conselho de Ética do partido. O comunicado diz que o presidente da legenda, Roberto Freire, " levou em consideração a gravidade do caso e a celeridade do colegiado".

Pelo regimento interno do Cidadania, o deputado terá prazo de oito dias para apresentar sua defesa após recebida a denúncia do conselho. Cury pode ser expulso do partido.

Isa Penna registrou boletim de ocorrência contra o deputado por importunação sexual. Ela também denunciou Cury por decoro parlamentar e pediu a cassação do mandato do deputado ao Conselho de Ética da Alesp.


Com a Sputnik

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif