Descontrolado, Bolsonaro volta a atacar imprensa


Um presidente da República descontrolado. Foi o que se viu nesta sexta-feira (25) durante um evento na cidade de Sorocaba, em São Paulo, quando Jair Bolsonaro voltou a atacar jornalistas após ter sido questionado sobre suspeitas nas negociações envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin. Em tom agressivo, o presidente insultou profissionais de imprensa, principalmente as repórteres Adriana de Luca, da CNN Brasil, e Victória Abel, da CBN.

"Responda! Comprada quando? Responda! Comprada quando?", disse Bolsonaro, visivelmente irritado.

Interrompendo a repórter, ele surtou: "Pare de fazer perguntas idiotas, pelo amor de Deus!".

Em outra pergunta feita pela repórter da CBN, o presidente disse que ela deveria voltar para o ensino médio, depois para o jardim de infância e aí nascer de novo.

Nesta mesma semana, na segunda-feira, Bolsonaro havia atacado a imprensa em geral e uma repórter de uma afiliada da TV Globo, mandando-a "calar a boca".

Nesta sexta, Bolsonaro encerrou a entrevista sem responder perguntas sobre o contrato, no valor de R$ 1,6 bilhão, entre o Ministério da Saúde, a empresa Precisa Medicamentos e o laboratório Bharat Biotech, com suspeita de irregularidades. Denúncias foram feitas pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF) e o irmão dele, Luís Ricardo Fernandes Miranda, chefe do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, que relatou ao Ministério Público Federal (MPF), em depoimento em 31 de março, todas as pressões que sofreu para assinar o contrato.

Confira o vídeo a seguir.


300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif