top of page

Descontrole do clima: depois do calorão vem a tempestade

Após os recordes de alta temperatura nesta semana em vários estados, a previsão agora é de tempestades nos próximos dias. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há perigo potencial para grandes temporais em onze estados: São Paulo, Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

Reprodução / Inmet

Com a chegada da frente fria, as temperaturas elevadas darão uma trégua. Em capitais como São Paulo e Rio de Janeiro, que bateram recordes, haverá uma redução de até 10 graus na máxima entre sábado (18/11) e domingo.


O Brasil passa pela quarta onda de calor neste ano, agravada por um El Niño considerado atípico e pelos efeitos do aquecimento global. Com o aumento gradual de umidade entrando no país, um sistema de tempestades se formou e já começa a avançar para as regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste.


Os temporais vão se intensificar no Sul a partir de sexta-feira (17/11), chegando a outros estados durante o fim de semana, de acordo com o Climatempo. Para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde grandes volumes de chuva vêm causando enchentes e perdas há mais de um mês, há um aviso de 'grande perigo'. A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta de risco para alagamentos e deslizamentos.


As previsões apontam chuvas intensas de até 100 milímetros por dia durante o fim de semana, acompanhadas por ventos de até 100 km/h e possíveis quedas de granizo. Esses eventos climáticos representam riscos significativos de alagamentos e deslizamentos de terra, especialmente nas regiões Sul e Sudeste.


Apesar da entrada de uma frente fria, a temperatura só vai baixar a partir de amanhã (domingo, 19/11), com as máximas começando a cair aos poucos, trazendo alívio para cidades onde os termômetros ultrapassaram 40ºC, com sensação térmica beirando os 60ºC.


Deslizamentos e alagamentos urbanos


O Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) alerta para os perigos específicos: alagamentos urbanos, inundações em pequenos córregos (risco hidrológico) e deslizamentos de terras, quedas de barreiras (risco geológico).


Para este sábado, o Cemaden emitiu alertas de alto risco de alagamentos urbanos no sul de Santa Catarina e na Região Metropolitana de Porto Alegre, com riscos moderados de inundações em áreas específicas de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Também há probabilidade moderada de deslizamentos de terra em certas áreas desses estados.


No Sudeste, o risco moderado inclui possíveis transbordamentos de córregos e alagamentos em áreas específicas da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Sul e Centro Fluminense, Vale do Paraíba e Região Metropolitana de São Paulo.



Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page