'Descuido' de Queiroz deixa a descoberto Flávio Bolsonaro


O ex-assessor Fabrício Queiroz e o senador Flávio Bolsonaro: 'descuido' comprometedor (Fotos Públicas)

Perito nas operações fraudulentas no esquema da rachadinha, segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), o ex-assessor dos Bolsonaros, Fabrício Queiroz, cometeu um "descuido", considerado um erro grave no meio dessa prática de crime. Essa imperícia, que deixou a descoberto a face do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), ocorreu durante a compra de uma cobertura de luxo em frente à praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde mora atualmente o senador, e é uma das provas apresentadas à Justiça pelos procuradores para apontar o uso de dinheiro desviado dos cofres públicos.

No pagamento do imóvel adquirido pelo filho 01 do presidente da República, era preciso um desembolso de R$ 110 mil para quitar o sinal, uma garantia de compra. No entanto, o MP-RJ apontou que a conta dos Bolsonaro - a transação foi feita na conta da mulher de Flávio, Fernanda - "não possuía lastro financeiro para custear a operação". Na véspera do pagamento, porém, um depósito caiu na conta de Fernanda - e neste momento, segundo a Promotoria, Queizoz cometeu um "descuido", citado por reportagem do Estado de S. Paulo.

O dinheiro teria sido sacado em espécie da conta do próprio ex-assessor antes de ser depositado em nome de Fernanda. Queiroz , porém, errou na ‘dosagem’ e foi obrigado a se identificar no caixa”.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg